Sporting caiu frente ao Barcelona a 34 segundos do fim

Os "leões" voltam a falhar a conquista do título de campeão europeu de futsal.

Foto
O Sporting foi impotente para ultrapassar o Barcelona DR

Com mais de 12 mil adeptos nas bancadas do Meo Arena, o Sporting tinha a árdua tarefa de defrontar o actual detentor da UEFA Futsal Cup, mas os “leões” não conseguiram repetir a proeza da Ronda de Elite, onde colocaram fora de prova o Inter Movistar de Ricardinho e Cardinal, que comanda o campeonato espanhol com mais cinco pontos do que o Barcelona.

A primeira parte foi bem disputada e terminou com um empate a um golo (Diogo colocou os portugueses a vencer, Dyego restabeleceu a igualdade). Nos últimos 20 minutos, já com João Benedito de fora por lesão, o Barcelona entrou mais forte e ganhou dois golos de vantagem (3-1), mas João Matos (32’) e Caio Japa (36’) voltaram a deixar tudo empatado. Quando parecia que o finalista seria decidido no prolongamento, o brasileiro Batería, a 34 segundos do fim, fez o 4-3 e em cima do segundo final, os catalães ainda fariam um quinto golo.

Na outra meia-final, o Kairat Almaty confirmou o favoritismo no duelo contra o Dina Moscovo. Os campeões do Cazaquistão, que disputam pelo terceiro ano consecutivo a final four, chegaram ao intervalo a ganhar por 1-0, com um golo do pivô Humberto. Três minutos após o descanso, Esquerdinha restabeleceu o empate, assistindo-se depois a uma parte final espectacular.

Com dois golos de Leo aos 36’ e 39’, os cazaques pareciam ter o bilhete para a final assegurado, mas no último minuto, o Dina Moscovo apostou no risco total e chegaria ao empate com golos de Esquerdinha e Prudnikov, levando a decisão da partida para o prolongamento.

No tempo extra, no entanto, os russos acabaram por ceder. Logo no primeiro minuto, Divanei concluiu com categoria um canto e com mais dois golos no arranque da segunda parte do prolongamento, o Kairat Almaty colocou, praticamente, um ponto final nas dúvidas sobre o vencedor (6-3) e o melhor que os moscovitas conseguiram foi reduzir, a dois minutos do fim, golo insuficiente para evitar que o campeão do Cazaquistão tente reconquistar o título que venceu em 2012-13.

Amanhã, novamente com o Meo Arena como palco, o Sporting defonta a partir das 15h00 o Dina Moscovo, na atribuição do terceiro e quarto lugar. Duas horas mais tarde, o Barcelona tenta contra o Kairat Almaty vencer a UEFA Futsal Cup pelo segundo ano consecutivo.