NASA
Foto
NASA

No espaço já se imprimem objectos 3D

Uma peça para a própria impressora. É este o primeiro objecto da primeira impressora 3D no espaço

Já não é só na Terra que se podem imprimir objectos 3D. Agora também é possível fazê-lo no espaço. O primeiro objecto foi impresso pela primeira impressora 3D no espaço, a bordo da Estação Espacial Internacional, que serve de laboratório para o desenvolvimento desta tecnologia no espaço. Está assim aberto o caminho para expedições espaciais mais longas e menos dependentes do planeta terrestre.

“Esta primeira impressão é o primeiro passo para [ser possível existir] uma oficina mecânica à distância", refere Niki Werkheiser, gestor do projecto “International Space Station 3D Printer”, no “site” da NASA. Esta estação espacial “é o único laboratório” onde é possível testar esta tecnologia no espaço.

A impressora 3D foi instalada na Estação Espacial Internacional a 17 de Novembro pelo astronauta da NASA, Barry "Butch" Wilmore. Depois de alguns testes de impressão, verificou-se que estava pronta a fabricar objectos. A 24 de Novembro assistia-se à impressão do primeiro objecto 3D: um painel frontal da cabeça de impressão. Apesar de ter sido bem-sucedida, Wilmore notou algumas diferenças por ter sido realizada num ambiente de micro-gravidade, que torna “mais difícil” várias actividades no espaço, como é o caso da impressão, refere o “site” TreeHugger.

Para além de produzir objectos úteis para os astronautas, “a impressora 3D pode fazer peças de reposição para si própria”. "Nós escolhemos esta parte para imprimir primeiro, porque, afinal de contas, temos de ser capazes de fazer peças de reposição para as impressoras", explica Werkheiser, acrescentando que é uma forma de continuarem a funcionar durante longas expedições para lugares como Marte ou um asteróide e de “permitir que sejam menos dependentes de missões de abastecimento da Terra”. “Um dia, uma impressora pode até ser capaz de imprimir outra impressora”, prevê.

O primeiro objecto 3D impresso no espaço tem a gravação dos nomes das organizações que colaboraram nesta tecnologia: a NASA e a Made In Space, Inc., a empresa responsável por ter projectado, construído e testado a impressora.

A impressão em 3D no espaço está numa fase inicial e, portanto, a equipa ainda está a “aprender com estas operações iniciais”. “À medida que formos imprimindo mais partes, vamos ser capazes de saber se alguns dos efeitos que temos são causados pela micro-gravidade ou se são apenas parte do processo de impressão”, esclarece. A ideia é trazer as peças para a Terra e fazer uma “análise mais detalhada”, comparando-as com outras que sejam impressas cá no planeta. O objectivo desta análise é verificar se o processo de impressão 3D funciona da mesma forma num ambiente de micro-gravidade, como na Terra.