A herança imaterial do mundo para além do cante

Delegados em Paris já classificaram a capoeira do Brasil, os rituais de máscaras do Mali ou a cultura do mástique na ilha de Quios.

Fotogaleria
Al-Ayyala, arte performativa tradicional do Sultanato de Omã e dos Emirados Árabes Unidos TCA Abu Dhabi/UNESCO
Fotogaleria
Baile Chino, Chile Sebastián Lorenzo Zuleta/UNESCO
Fotogaleria
Capoeira, Brasil TT/IPHAN/UNESCO
Fotogaleria
Ritual de máscaras de Markala, Mali DNPC/UNESCO
Fotogaleria
A cultura do mástique na ilha de Quios, Grécia Statis Voyatzis/UNESCO
Fotogaleria
A cultura do mástique na ilha de Quios, Grécia Manolis Kazamias/UNESCO
Fotogaleria
Os rituais Nongak da República da Coreia Kim Hyeo-Jeong/UNESCO
Fotogaleria
Dança ritual do tambor real, Burundi Jean-Marie Vianney Rugerinyange/UNESCO
Fotogaleria
Artes tradicionais e simbolismo à volta dos lenços de seda e dos seus usos no Azerbaijão M. Rahimov/UNESCO
Fotogaleria
Artes tradicionais e simbolismo à volta dos lenços de seda e dos seus usos no Azerbaijão M. Rahimov/UNESCO
Fotogaleria
O pão tradicional como expressão da cultura arménia Ruzanna Tsaturyan/UNESCO
Fotogaleria
O pão tradicional como expressão da cultura arménia Gayane Shagoyan/UNESCO
Fotogaleria
Tradição da sauna na Estónia Vöro Society/UNESCO
Fotogaleria
Tradição da sauna na Estónia Vöro Society/UNESCO
Fotogaleria
Washi, a arte do papel tradicional japonês Agency of Cultural Affairs/UNESCO
Fotogaleria
Washi, a arte do papel tradicional japonês Agency of Cultural Affairs/UNESCO
Fotogaleria
Música e dança da cultura yampara, Bolívia Martinez/UNESCO
Fotogaleria
Música e dança da cultura yampara, Bolívia Martinez/UNESCO

Comité do património cultural imaterial da humanidade reunido em Paris está a analisar 46 candidaturas. E se umas foram aprovadas em poucos minutos e com elogios ao dossier que as sustentava, como a portuguesa do cante alentejano, outras demoraram um pouco mais. Houve até algumas retiradas pelos países que as propunham depois de relatórios preliminares pouco favoráveis.

Ainda assim, a lista é grande e nela podemos encontrar papel japonês, saunas na Estónia, pão arménio e tambores do Burundi.

A UNESCO prova, uma vez mais, que a herança intangível do mundo é um espelho da sua infindável diversidade.