Melissa Duarte
Foto
Melissa Duarte

Manuel Assis Teixeira regressa ao Cascais

O ex-director desportivo do Sporting será o treinador da nova equipa de Sub-23 da formação da Linha

Manuel Assis Teixeira, que enquanto jogador representou o Cascais durante 14 anos, será o treinador da nova equipa de Sub-23 do clube da Linha. Aos 33 anos, o agora técnico dos cascalenses abandona o Sporting, onde nos dois últimos anos assumiu o papel de jogador e director desportivo.

Depois de enquanto jogador representar o Cascais, a Agronomia (onde foi campeão nacional, campeão ibérico e ganhou uma Taça de Portugal) e o Sporting, onde terminou a carreira com o título de campeão da II Divisão, Assis Teixeira diz que irá “iniciar uma via para a qual” pensa que pode “ter algum jeito”. “Gostar, gosto de certeza. Gosto de estar no campo com jogadores jovens e gosto de balneário”, confessa ao P3 Râguebi.

O convite, garante, “surgiu naturalmente”: “Mantive sempre uma ligação ao Cascais. O actual treinador e responsável pelo râguebi [João Bettencourt] foi meu treinador nas camadas jovens e nos seniores e em conversa surgiu a hipótese. Aceitei porque é uma maneira de continuar ligado ao râguebi depois de ter deixado de jogar.”

PÚBLICO -
Foto

Após “experiências com treino com miúdos”, a estreia como técnico coincidirá com o início de um novo projecto do Cascais, que terá na próxima época pela primeira vez uma equipa de Sub-23, e Assis Teixeira afirma que “o objectivo é agregar uma série de miúdos que começam uma fase muito difícil, a transição de sub-18 para seniores”. “Quando os jovens chegam a esta idade surgem mil e uma prioridades fora do râguebi e o desafio é o mesmo que fiz no Sporting quando era capitão: reunir as tropas para definirem o râguebi como compromisso”, acrescenta.

Apesar da saída da equipa leonina, onde teve um papel importante no regresso do clube à modalidade assumindo em 2012-13 o papel de capitão de equipa e em 2013-14 de director desportivo, Manuel Assis Teixeira diz que “nunca haverá um fim de ligação ao Sporting”: “O fim da ligação ao Sporting será quando a máquina se desligar.”

“Eu já não tinha funções específicas na secção, mas vou continuar a apoiar e sempre que possível ver os jogos. Tanto os jogadores como o presidente da secção já me conhecem o suficientemente para saberem que eu ao Sporting nunca falto, seja em que modalidade for”, garante.

No entanto, na jornada 4 do Campeonato Nacional de Sub-23, o Sporting vai deslocar-se a Cascais e Assis Teixeira confessa que “vai ser complicado”. “Sendo amador vou ter que ser profissional, como se costuma dizer. Neste momento até conheço melhor os Sub-23 do Sporting do que os do Cascais. O que vai ser bom é que a seguir vamos todos juntos para a terceira parte e aí não estarei dividido e vou estar entregue aos dois”, sublinha.