Fotogaleria
Fotogaleria
Sensible Soccers

Philantra traz arte independente à Póvoa de Varzim

Quer promover companhias e artistas emergentes e começa já a 3 de Setembro. Chama-se Philantra, já vai na terceira edição e inclui concertos, teatro, dança, exposições e "workshops"

Chama-se Philantra, é um festival de arte independente e, pela terceira vez, quer "agitar a vida cultural cidade da Póvoa de Varzim". Organizado pela cooperativa Filantrópica, acontece de 3 a 6 de Setembro e une no mesmo programa "um conjunto alargado de interveniente artísticos, oriundos das mais diversas áreas": Música, Teatro, Pintura, Literatura, Fotografia, Poesia e Cinema.

Na meta estão Sensible Soccers, banda da casa, que dão início às actividades. Actuam logo a 3 de Setembro, às 21h30, no recém-inaugurado Cine-Teatro Garrett. Mas convém chegar antes: a Per'Curtir preparou uma performance de rua para ir aquecendo as hostes.

Mas para além dos concertos e performances (programação completa aqui), há ainda exposições, espectáculos de teatro ou dança e "workshops" (inscrições aqui).

"O que queres ser quando fores grande?" é o mote da edição deste ano e dá origem a uma exposição coletiva com trabalhos de mais de uma dezena de artistas. Entre eles, Álvaro Martino, Artur Escarlate, Mr. Esgar, Royal Studio, Vicente Nunes ou Wandson Lisboa. A espreitar a partir das 17h de 4 de Setembro, na Galeria d'A Filantrópica.

E se por acaso quiseres aproveitar para te deixares ficar pelo centro, também há entretenimento para mais tarde. Às 21h30 começa "Passa Porte" no Auditório Municipal. Já no dia seguinte, é a dança que ocupa o palco do Philantra. "Com um espectáculo dirigido a toda a família", a Associação Cultural Ventos e Tempestades apresenta "O Homem que só pensava em números".

Bilhete entre os 4 e os 6 euros

Por fim, sábado é um dia preenchido, ou não fosse fim-de-semana. Às 10h, a sala estúdio d'A Filantrópica recebe o espetáculo "Cromossoma X ou Y?", da companhia portuense Cabeças no Ar e Pés na Terra. Mas vale a pena ficar mais um pouco: a partir das 15h, a Praça do Almada recebe a Feira de Projectos Independentes. Panda Gordo, Mariana A Miserável ou Laro Lagosta são alguns dos nomes que prometem marcar presença.

Por fim, em jeito de "warm-up" para o encerramento, a Biblioteca de Jardim recebe Les Saint Armand às 21h30. A festa acaba (ou começa) mais tarde, por volta das 23h no Brisa Caffé, com dj set a cargo da dupla Fina & Segura.

Os bilhetes variam entre os 4 e os 6 euros (a reserva já pode ser feita online) e "o objetivo é dar espaço, apoio, visibilidade e público a projectos artísticos emergentes, com eventos e espectáculos em locais emblemáticos da cidade para todos os públicos e idades". Este ano, o evento contou com o apoio financeiro da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim e recorreu ao "crowdfunding", processo que decorreu até 22 de Agosto e lhes permitiu angariar mais do que os 1500 euros esperados.

Artigo actualizado às 15h14.

A cidade é Póvoa de Varzim e não "Póvoa do Varzim", como estava incorrectamente escrito no título.