Corpos do casal polaco que morreu no Cabo da Roca já foram resgatados

Casal morreu após queda de 80 metros no Cabo da Roca. Filhos de cinco e seis anos estão na Embaixada da Polónia.

Foto
Corpos já foram resgatados Bruno Simões Castanheira

Os corpos do casal polaco que morreu no sábado após cair de uma ravina com 80 metros de altura no Cabo da Roca, em Sintra, foram resgatados este domingo.

Foi necessário proceder à remoção dos dois corpos através de um helicóptero da Protecção Civil, uma vez que o local onde se encontravam era de difícil acesso para que o resgate fosse feito por via terrestre.

Os trabalhos de resgate foram iniciados no sábado, mas acabaram por ser interrompidos à meia-noite por falta de condições de segurança. A operação recomeçou este domingo por volta das 6h30 da manhã e, às 7h, foi iniciada a descida de uma equipa de resgate até ao local onde estão os corpos. Uma fonte do Centro Distrigal de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa explicou que a descida demorou uma hora, o que demonstra a dificuldade de toda a operação. Para além da “instabilidade das arribas”, também as marés dificultaram a retirada dos corpos.

O casal polaco caiu ao final da tarde de sábado de uma arriba com cerca de 80 metros no Cabo da Roca. A acompanhá-los estavam os dois filhos, de cinco e seis anos, que foram assistidos no local pelo INEM e entretanto levados para a Embaixada da Polónia em Portugal, em Lisboa.

Além dos meios terrestres envolvidos na operação de resgate, foi mobilizado um helicóptero da Protecção Civil que será utilizado para retirar os corpos. com Lusa