Circulação suspensa na linha da Beira Alta após descarrilamento de comboio

Foto
Luís Pó

A circulação de comboios na linha da Beira Alta, entre Muxagata (Fornos de Algodres) e Celorico da Beira, está suspensa devido ao descarrilamento de um comboio de mercadorias, informou a Refer. A reabertura da circulação estava prevista para as 17h, mas foi adiada.

O descarrilamento de um dos 21 vagões da composição de mercadorias Takargo, que transportava bobines de papel e seguia em direção a Espanha, ocorreu cerca das 22h30 de quarta-feira, à entrada da estação de Celorico da Beira, disse à agência Lusa a porta-voz da empresa, Susana Abrantes.

Segundo a responsável, devido ao descarrilamento de "um vagão do meio" da composição, que não provocou vítimas, a circulação ferroviária está interditada entre Muxagata e Celorico da Beira. Ao final da manhã, Susana Abrantes disse que os trabalhos de reposição na linha do vagão descarrilado deveriam estar concluídos por volta das 17h mas "por questões de segurança e para uma melhor avaliação" a reabertura da circulação foi adiada, sem hora prevista.

A CP está a assegurar o transbordo rodoviário de passageiros dos comboios que ainda circulam na linha da Beira Alta - Internacional e Intercidades - a partir da estação de Fornos de Algodres, indicou.

A REFER ainda não tem conhecimento da extensão nem do tipo do eventual dano causado na via pelo descarrilamento do vagão, explicou a mesma fonte. "Já temos uma equipa deslocada para o local, no sentido de proceder ao carrilamento e a alguma reparação de que haja necessidade", disse Susana Abrantes à Lusa.

Este é o terceiro descarrilamento na linha da Beira Alta em dois meses. Em Maio, registaram-se duas situações do mesmo género, também com comboios de mercadorias.