Origama
Foto
Origama

Dez finalistas competem pelo Prémio das Indústrias Criativas

São dez os finalistas na 6.ª edição do Prémio Nacional das Indústrias Criativas. Nome do vencedor dos 25 mil euros é conhecido em Outubro

Os projectos Calligraphy Practice, Viral, WESO, Beesweet, Casas em Movimento, Fahr 021.3, Origama, Lumicroma, Sensorial Fit e Boox são os finalistas do Prémio Nacional das Indústrias CriativasSuper Bock/Serralves (PNIC) de 2014. Será deste grupo de dez que sairá o vencedor do prémio, a anunciar em Outubro no Super Bock Laboratório Criativo.

No total concorreram 285 ideias de negócio, distribuídas “quase equitativamente pelas quatro categorias”: Conteúdos e Novos Media, Música e Artes do Espectáculo, Turismo e Património e Arquitectura e Artes Visuais.

Calligraphy Practice, que se insere na primeira categoria, é um software de desenho para iPad, “que proporciona uma forma fácil, intuitiva e lúdica de praticar caligrafia”, pode ler-se em comunicado do PNIC. Na mesma categoria está Viral, “a agenda de eventos mais completa, actualizada e intuitiva de Portugal” que reúne a informação cultural dispersa na web.

Na segunda secção, Música e Artes do Espectáculo, apenas um finalista. A WESO (Western European Symphony Orchestra) apresenta-se como “uma orquestra especializada na gravação de bandas sonoras para a indústria cinematográfica internacional”. Também solitário numa categoria — desta feita, Turismo e Património — está Beesweet, uma nova linha de produtos “onde o mel é protagonista e cujas aplicações vão desde o consumo directo até à incorporação em pratos gastronómicos”.


Arquitectura e Artes Visuais é a última categoria, com seis projectos finalistas. O Boox é uma “caixa/moldura em acrílico” projectada para exibir livros ou revistas e o Casas em Movimento consiste numa “solução de arquitectura sustentável” com casas que interagem e reagem ao meio ambiente. Fahr 021.3 é um projecto criativo colaborativo que cria desenvolve conceitos de “arquitectura comunicativa” e Origama apresenta “uma toalha de praia, uma cadeira e uma espreguiçadeira num objecto de fácil transporte”. O 9.º finalista é Lumicroma, uma gama de produtos para reprodução de imagem fotográfica, e, por último Sensorial Fit, uma linha de vestuário funcional e terapêutico, para crianças com necessidades especiais.

Depois de os dez finalistas terem sido anunciados pelo júri do PNIC, o concurso entra numa nova fase: todos vão poder participar num workshop de empreendedorismo criativo para o desenvolvimento do modelo de negócio. Além de receber 25 mil euros, o vencedor vai representar Portugal na Creative Business Cup. Desde o lançamento do PNIC, em 2009, mais de 60 projectos portugueses foram apoiados e 140 empregos criados.

PÚBLICO -
Foto
Beesweet
PÚBLICO -
Foto
Viral
PÚBLICO -
Foto
Sensorial Fit
PÚBLICO -
Foto
Boox