Cavaco diz que "há uma nova esperança a nascer em Portugal"

Presidente fala na China pela primeira vez sobre a "saída limpa" anunciada pelo Governo há mais de uma semana.

“À beira de terminar o programa de ajustamento”, que se iniciou em Maio de 2011, “o que me parece é que há e uma nova esperança a nascer em Portugal”, afirmou Cavaco Silva, ao dirigir-se a cerca de uma centena de quadros portugueses a viver na zona de Xangai, a capital financeira e económica da China. A intervenção resultou no primeiro comentário do Presidente da República desde que o Governo anunciou a saída “limpa” da troika.

O Chefe de Estado, que está de visita à China a convite do seu homólogo, Xi Jimin aproveitou ainda para pedir aos portugueses que promovam “a imagem de Portugal”e “dos produtos portugueses” numa altura em que o país “entra numa nova fase da sua vida”.

“Mantenham a ligação com a vossa terra, a terra onde tudo começou”, pediu.

Explicou que a China “deu um grande salto nas relações com Portugal”e que “a descoberta progressiva” de Portugal por parte dos turistas chineses “foi um tema importante da conversa” que durante a manhã manteve com empresários chineses e as autoridades de Xangai.

Nesse sentido, Portugal admite promover a criação de uma ligação aérea directa entre Portugal e a China, o que pode vir a ser feito por uma empresa de aviação chinesa.

Cavaco Silva aproveitou para se mostrar impressionado com a mudanças registadas em Xangai, uma cidade, “diferente daquela que conheci, há 20 anos, aquando da minha última visita, enquanto primeiro-ministro”. Hoje, Xangai é “uma cidade onde foi erigido um projecto grandioso, e que me foi apresentado pelas autoridades de então. “