Piratas informáticos emitem filmes pornográficos em painéis de turismo de Ponte de Lima

Informação turística foi trocada pelos filmes. Painéis foram desligados e continuam inactivos desde o ataque ocorrido na segunda-feira. PSP foi chamada ao local e quando se aproximou os filmes passaram a incluir personagens com uniformes policiais.

Um dos painéis de turismo de Ponte de Lima, distrito de Viana do Castelo, passou, na segunda-feira, a transmitir filmes pornográficos em vez da informação de lazer disponibilizada habitualmente. A PSP foi alertada por uma chamada anónima dando conta da inusitada situação pelas 23h30, confirmou ao PÚBLICO fonte daquela polícia.

A situação terá chamado a atenção de vários moradores que, por  aquela altura, passavam no local onde se localiza um jardim com vários bancos.

Quando se aproximaram do paínel de turismo, no Largo de Camões, os agentes perceberam que os piratas conseguiam visualizar o que acontecia em frente a painel, segundo noticia o Jornal de Notícias. É que à sua aproximação, o filme foi alterado e passou a contar com personagens vestidas com uniformes da polícia. Os hackers terão conseguido aceder a uma câmara que, integrada na estrutura, permitia visualizar o local de forma remota.

De acordo com a PSP, o painel foi desligado 30 minutos depois da chegada da polícia ao local. Aquela estrutura interactiva é gerida pela Rede do Turismo do Porto e Norte de Portugal, cujo presidente Melchior Moreira, contactado pelo PÚBLICO, remeteu qualquer esclarecimento para mais tarde.

O painel atacado e um outro instalado junto à torre da cadeia velha fazem parte da Loja Interactiva de Turismo daquela localidade. O equipamento foi instalado no dia 25 de Abril no âmbito de uma parceria com o Turismo do Porto e Norte de Portugal.

“Está neste momento a ser elaborado um relatório sobre a situação que será enviado ao Ministério Público (MP)”, disse ao PÚBLICO a assessora de imprensa da Câmara de Ponte de Lima.  A autarquia contactou a empresa que desenvolveu a plataforma informática que controla o sistema do paínel para que seja detectada e resolvida a vulnerabilidade que permitiu aos piratas informáticos o controlo do equipamento.

A Procuradoria-Geral da República confirmou ao PÚBLICO que já foi aberto um inquérito a esta situação nos serviços do MP de Ponte de Lima. Fonte da Polícia Judiciária, entidade que tem a exclusiva competência para investigar crimes informáticos de acordo com a Lei de Organização da Investigação Criminal, garantiu que ainda não foi informada formalmente do sucedido.