Aguinaldo C. Vera-Cruz/Rugby Photo Store
Foto
Aguinaldo C. Vera-Cruz/Rugby Photo Store

Nova é campeã nacional universitária

A Universidade do Porto venceu na variante feminina

A Universidade Nova de Lisboa (UNL) conquistou o Campeonato Nacional Universitário após derrotar na final da prova, disputada na Maia, a Universidade do Porto (UP), por 28-15. A Académica de Coimbra (AAC), que defendia o título, terminou no terceiro lugar.

O jogo entre a UNL e a UP foi uma reedição do duelo realizado entre as duas formações no dia anterior, mas no primeiro confronto os portuenses tinham vencido por 19-14, assegurando o primeiro lugar no Grupo A do qual faziam ainda parte a FEUP e a Agronomia.

No Grupo B, a AAC foi mais forte e terminou à frente do Técnico, que também se apurou para as meias-finais ao terminar no segundo lugar, afastando das quatro primeiras posições Tecnologia e U. Évora. Com o primeiro lugar no grupo, a AAC defrontou a UNL nas meias-finais e a equipa de Coimbra acabou por desiludir: derrota clara por 0-21.

PÚBLICO -
Foto

A U. Porto, por outro lado, também não deixou dúvidas sobre a sua superioridade e, com um triunfo por 24-7 frente ao Técnico, garantiu um lugar na partida decisiva, onde seria derrota pelos lisboetas.

No jogo de atribuição do terceiro e quarto lugar, houve equilíbrio, mas a AAC acabou por ser mais forte e derrotou os “engenheiros” por 19-12.

U. Porto vence na variante feminina

Na disputa entre senhoras, onde o título foi atribuído pelo sistema de pontos, a U. Porto venceu os três jogos que disputou sem sofrer qualquer ponto e conquistou o título nacional.

A Universidade do Minho ficou no segundo posto (dois triunfos), seguida pelo Instituto Politécnico do Porto (um). A Universidade de Aveiro perdeu todos os jogos.

A Académica de Coimbra, que defendia o título, acabou por não competir. Joana Meira, do Departamento de Comunicação e Imagem da FADU, explicou que tal ocorreu devido à “falta de documentação” por parte da equipa.