A Primavera da Calçada da Ajuda: jacarandás num piso de peças pretas e brancas

Nos próximos 18 meses vai nascer na irregular rua uma paisagem roxa.

Foto
Calçada vai encher-se de jacarandás, como forma de combater o estacionamento selvagem DR

A Calçada da Ajuda vai ser refeita da zona de Belém ao Palácio da Ajuda, custando à Câmara de Lisboa (CML) mais de 1,6 milhões de euros. Em todo o comprimento da rua nascerá um passeio que conjuga a calçada portuguesa com modernas peças pretas e brancas horizontais e que será mais largo ou mais estreito conforme as zonas. ”Sofre alterações consoante o perfil da rua, mantendo-se sempre a faixa de rodagem da mesma largura”, explica João Nunes. Serão plantados jacarandás para fazer a ligação entre "o Jardim Botânico e o centro de Belém e o Palácio da Ajuda”, afirma.

O piso complicado e ondulante da Calçada origina estacionamentos abusivos na faixa de rodagem e em cima dos passeios. Para combater este fenómeno, a equipa de arquitectos da Sociedade de Reabilitação Urbana de Lisboa Ocidental (SRU) decidiu criar grandes passeios, dando prioridade à circulação dos peões. As árvores de flores roxas pretendem, além de colorir a rua, impedir que os veículos subam os passeios. “O estacionamento abusivo será combatido com a redução do perfil” da faixa de rodagem. Mas o número de lugares de estacionamento mantêm-se.

A reorganização do espaço será feita em três fases. No próximo mês, a empreitada começa junto ao antigo Museu dos Coches e vai até ao INEM. Nesta primeira fase, durante sete meses, a circulação no sentido descendente será cortada tanto para veículos privados como públicos, desviando-se o trânsito para a Calçada do Galvão.

A segunda fase ocorrerá no troço entre o INEM e o Jardim Botânico, durando oito meses, e a terceira concluirá, por mais quatro meses, a empreitada até ao Palácio da Ajuda.

A Empreitada para a Reabilitação do Espaço Público e Renovação das Infra-estruturas da Calçada da Ajuda é um projecto em estudo há quatro anos pela SRU, a empresa da CML que fiscaliza e licencia obras de reabilitação.