Torne-se perito

Dínamo Kiev recebe o Valência em Nicósia

Alteração ao jogo da Liga Europa anunciada pela UEFA.

A Praça da Independência foi palco de confrontos violentos
Foto
A Praça da Independência foi palco de confrontos violentos Olga Yakimovich/Reuters

A UEFA marcou o jogo entre Dínamo Kiev e Valência, da primeira mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa, para Nicósia, em Chipre, devido ao recrudescimento da violência na capital ucraniana.

Em comunicado, a UEFA refere que o jogo da formação valenciana frente ao Dínamo Kiev, de Miguel Veloso, vai ser disputado no Estádio GSP, em Nicósia, a partir das 20h locais (18h em Lisboa).

Desta forma, o organismo que rege o futebol europeu coloca um termo na indecisão que durou mais de 24 horas, depois de o Governo ucraniano ter cancelado o encontro em Kiev, ao decretar que quinta-feira é um dia de luto nacional, pelas vítimas nos confrontos na capital ucraniana.

“Era muito complicado jogar em Kiev. Não nos garantiam a segurança e há imprevistos que não se podem controlar, por isso é melhor jogar em campo neutro. Estamos satisfeitos [com a decisão]. É o melhor, porque não tem de se alterar nenhuma data, o calendário da Liga [espanhola] também não muda. Não muda absolutamente nada”, disse o presidente do Valência, Amadeo Salvo, citado pela página oficial do clube na Internet.

Pelo menos 25 pessoas morreram, na terça-feira, nos confrontos entre manifestantes e autoridades em Kiev, capital da Ucrânia, revelou nesta quarta-feira o ministério da Saúde em comunicado. Além das vítimas mortais, outras 241 pessoas foram hospitalizadas, incluindo 79 polícias e cinco jornalistas, acrescenta-se na nota.

Os acontecimentos de terça-feira em Kiev foram referidos pelo Presidente Viktor Ianukovitch como o “ultrapassar dos limites” pela oposição, que apelou ao uso de armas para enfrentar as forças da ordem.