Passos Coelho envia mensagem para Macau marcando o ano novo lunar

Comunidade portuguesa é "activo estratégico" em Macau. A chinesa tem "desempenhado papel fundamental" em Portugal, diz.

Início do ano lunar celebra-se entre quinta e sexta-feira
Foto
Início do ano lunar celebra-se entre quinta e sexta-feira Mark RALSTON/AFP

A comunidade portuguesa em Macau "é, e será sempre, um activo estratégico para Portugal no Oriente", disse o primeiro-ministro Pedro Passos Coelho numa mensagem alusiva ao Ano Novo Lunar do Cavalo, esta quinta-feira.

Na mensagem, enviada ao Consulado Geral de Portugal, o chefe de Governo português refere também a comunidade chinesa em Portugal, que "tem desempenhado um papel fundamental na articulação entre as duas sociedades".

"Desejamos que ambas as comunidades mantenham e desenvolvam esse seu papel, assim como desejamos que as relações entre os nossos países sejam cada vez mais próximas e benéficas para todos", diz Passos Coelho, na mensagem enviada para Macau.

O líder do Governo português destaca também na sua mensagem que 2013 foi o ano que "testemunhou" os 500 anos das relações entre Portugal e a China, mas sublinha que em 2014 serão assinalados os "35 anos das relações diplomáticas" entre Portugal e a República Popular da China.

"Desejamos que a nossa dinâmica bilateral se fortaleça dando conteúdo a uma política que, da nossa parte, irá privilegiar a Ásia e a CPLP como regiões estratégicas da sua actuação", assinalou.

É que, reiterou, as "relações bilaterais com a China têm assumido um destaque muito particular no quadro da nossa recuperação económica" e nos últimos anos "têm-se multiplicado as oportunidades de investimento com vantagens mútuas, bem como o estreitamento das nossas relações, nomeadamente, nas suas vertentes comercial, cultural e científica".

A poucas horas da chegada do Ano do Cavalo – às 0h de sexta-feira em Macau, 16h desta quinta-feira em Portugal continental – , Pedro Passos Coelho lembra que o animal do zodíaco chinês "simboliza a liderança e a capacidade de decisão".

"Trata-se de qualidades auspiciosas para 2014, ano em que Portugal irá terminar a exigente aplicação do Programa de Ajustamento Económico e Financeiro que o Governo tem vindo a cumprir, com o objectivo de lograr o regresso pleno aos mercados e de retomar um crescimento sustentável, lançando as bases de uma economia moderna e competitiva e de um maior bem-estar de todos os portugueses", disse.

Desejando votos de "prosperidades, bonança e boa-fortuna" para o povo chinês, comunidade portuguesa de Macau e comunidade chinesa de Portugal, Pedro Passos Coelho recordou ainda que a época é festiva, "marcada pelo reencontro de famílias e por celebrações que se repetem" na China e no mundo.

"Essas celebrações espelham de forma viva a natureza vibrante da cultura chinesa e a força da diáspora do Povo. Tal como na China, o Novo Ano Lunar é celebrado em Portugal, ilustrando claramente os importantes laços que nos unem e a riqueza da nossa diversidade", concluiu.

Sugerir correcção