Queres ser voluntário em Moçambique ou São Tomé?

A Associação Humanitária para a Educação e Apoio ao Desenvolvimento está a recrutar estudantes universitários em Lisboa para missões nos países africanos

Foto
Reuters

A Associação Humanitária para a Educação e Apoio ao Desenvolvimento (AHEAD) está a recrutar estudantes universitários em Lisboa para missões de voluntariado em Moçambique e São Tomé e Príncipe, que vão ter lugar em Julho e Agosto de 2014. As inscrições terminam no dia 4 de Dezembro.

O programa de voluntariado — destinado apenas a alunos de universidades e politécnicos da Grande Lisboa — vai seleccionar "cerca de 40 voluntários" para cada um dos dois países africanos.

O processo de selecção está dividido em três etapas. A primeira, que ocorre em Dezembro, vai avaliar como é que os voluntários se comportam a trabalhar em grupo. Os que passarem à segunda fase serão submetidos a uma entrevista individual. Fechado este processo, os escolhidos irão trabalhar na preparação do projecto, planeando actividades e angariando fundos e parceiros. No final de Maio de 2014, terá lugar “uma avaliação final” e os que mais tiverem contribuído para o desenrolar do projecto serão aqueles que integrarão os grupos de voluntariado em missão nos dois países.

Quanto aos encargos da viagem, a presidente da AHEAD, Joana Lopes, refere que “o objectivo da associação é que os voluntários sejam sobrecarregados o mínimo possível”. No entanto, a “associação não pode garantir um valor”, dado que este depende da actividade de angariação de fundos, que será levada a cabo pelos voluntários. De referir que, no programa “AHEAD Rumos: Moçambique 2013", os voluntários conseguiram angariar dinheiro suficiente para pagar a viagem e todas as despesas inerentes, tendo ainda recebido "aproximadamente 100 euros" de ajudas de custo.

Fundada em 2007 por um grupo de estudantes da Nova School of Business and Economics, a associação tem como objectivo, segundo o site, realizar “acções que potenciem a igualdade de oportunidades e a instrução da população”. Os jovens universitários escolhidos para integrar o programa de voluntariado internacional vão ter a oportunidade de “dar aulas no ensino secundário e universitário”, tal como “prestar apoio à comunidade” através de formações e actividades lúdico-pedagógicas.

Ensino, saúde e higiene 

O programa “AHEAD Rumos: Moçambique” vai focar-se na vertente de ensino e em outras formas de apoio à comunidade da cidade de Maputo e da província de Katembe. Os voluntários vão leccionar módulos da sua área de formação, durante dois meses, na Universidade Eduardo Mondlane. Para além disso, vão estar envolvidos na formação de professores e alunos.

Outra das vertentes deste programa é a UniCare, organizada com o apoio da Associação de Luta contra o Cancro, e que vai realizar formações na área da saúde, dinamizar actividades lúdico-pedagógicas, assim como apoiar crianças e adultos da ala de Oncologia do Hospital Central de Maputo.

No outro programa de voluntariado, o “AHEAD Rumos: São Tomé e Príncipe”, que conta com a parceria da Santa Casa da Misericórdia, os voluntários vão dar formações de saúde e higiene. Destaque ainda para formações de línguas para todas as idades, com especial incidência sobre a língua portuguesa e a língua inglesa. O programa conta ainda com actividades lúdico-pedagógicas e alguns seminários, organizados com o apoio do Grupo Pestana Resorts & Hotels.

A AHEAD tem agendada para 27 de Novembro, às 21h, uma sessão de esclarecimento que terá lugar na Nova School of Business and Economics. Para te inscreveres nos programas basta preencheres o formulário no site da associação.