Portugueses venceram Prémio de Arquitectura de Baku

Camilo Rebelo e Pedro Tiago Pimentel Camilo Rebelo e Pedro Tiago Pimentel
Fotogaleria
Camilo Rebelo e Pedro Tiago Pimentel Camilo Rebelo e Pedro Tiago Pimentel

A 1.ª edição do Prémio Internacional de Arquitectura de Baku, organizada pelos Ministério da Cultura, Turismo e União de Arquitectos do Azerbeijão e apoiada pela União Internacional de Arquitectos, destacou o trabalho de três arquitectos portugueses. O Museu de Arte e Arqueologia do Vale do Côa, de Camilo Rebelo e Pedro Tiago Pimentel, venceu o primeiro lugar na categoria de edifícios públicos. “A materialidade do edifício evoca as pedreiras existentes na região através de duas naturezas distintas: a matéria do betão e a textura e cor da pedra local”, pode ler-se na descrição. Já na categoria arquitectura de paisagem, Raulino Silva conseguiu o terceiro lugar com o projecto “Equipamento para Eventos (II)”, localizado no jardim de uma quinta em Vila Nova de Famalicão e pensado para dar apoio a eventos, feito a partir de materiais naturais.

Gabriele Basilico
Gabriele Basilico Gabriele Basilico
Gabriele Basilico
Gabriele Basilico Gabriele Basilico
Cláudio Reis
Cláudio Reis Cláudio Reis
Cláudio Reis
Cláudio Reis Cláudio Reis
Gabriele Basilico
Gabriele Basilico Gabriele Basilico
Raulino Silva
Raulino Silva Raulino Silva
Raulino Silva
Raulino Silva Raulino Silva
Raulino Silva
Raulino Silva Raulino Silva
Raulino Silva
Raulino Silva Raulino Silva
Sugerir correcção