Ambientalista Eugénio Sequeira recebe Prémio Quercus 2013

Ex-presidente da Liga de Protecção de Natureza é uma das principais vozes em áreas como a sustentabilidade da agricultura.

Eugénio Sequeira: um apologista de práticas agrícolas sustentáveis
Foto
Eugénio Sequeira: um apologista de práticas agrícolas sustentáveis Mafalda Melo

O investigador e ex-presidente da Liga para Protecção da Natureza (LPN) Eugénio Sequeira vai ser esta semana homenageado com Prémio Quercus 2013.

O prémio é atribuído anualmente, desde 2004, pela associação ambientalista Quercus, para distinguir “entidades, empresas ou cidadãos que se evidenciem na defesa do ambiente e na promoção do desenvolvimento sustentável”, segundo um comunicado da organização.

Eugénio Sequeira, 76 anos, tem sido uma das principais vozes em Portugal em áreas como a sustentabilidade da agricultura, o ordenamento do território, a desertificação e as florestas. Tem sido um incansável apologista da sementeira directa, uma forma de cultivar sem revolver a terra, evitando assim a perda de solo.

Engenheiro agrónomo pelo Instituto Superior de Agronomia (1961), esteve ligado às universidades Lusófona, Vasco da Gama, Nova de Lisboa, do Algarve, entre outras. Por duas vezes ocupou a presidência da LPN, entre 1996 e 1999 e entre  2005 e 2009. Deu impulso a projectos-piloto emblemáticos da LPN, como o de compatibilização da agricultura com a protecção de aves em Castro Verde, comumente apontado como um caso de sucesso. Actualmente é membro da direcção desta associação ambientalista.

Entre vários outros cargos ocupados, Sequeira é desde 2000 membro do Conselho Nacional de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, um organismo público consultivo. Também tem duas passagens como autarca, tendo sido presidente da Assembleia Municipal de Cascais entre 1976 e 1979, e vereador no mesmo concelho, entre 1989 e 1993.

A Quercus decidiu atribuir-lhe o prémio este ano "pelo trabalho meritório que tem realizado na área do ambiente, tanto ao nível nacional, como internacional, e à defesa exemplar das múltiplas causas ambientais em que se tem envolvido", segundo o comunicado.

A entrega do prémio será feita num jantar de comemoração dos 28 anos da Quercus, no próximo sábado, dia 2, em Lisboa.