Rjukan é uma vila norueguesa que vai ser iluminada por espelhos

Três enormes espelhos vão projectar luz solar para o centro de uma povoação que está à sombra das montanhas durante metade do ano.

A inauguração do aparelho vai ser a 31 de Outubro
Fotogaleria
A inauguração do aparelho vai ser a 31 de Outubro Tore Meek/AFP
A inauguração do aparelho vai ser a 31 de Outubro
Fotogaleria
A inauguração do aparelho vai ser a 31 de Outubro Tore Meek/AFP
A inauguração do aparelho vai ser a 31 de Outubro
Fotogaleria
A inauguração do aparelho vai ser a 31 de Outubro Tore Meek/AFP
A inauguração do aparelho vai ser a 31 de Outubro
Fotogaleria
A inauguração do aparelho vai ser a 31 de Outubro Tore Meek/AFP

Uma vila norueguesa apertada num vale entre montanhas vai ser iluminada por três grandes espelhos que durante os meses de Inverno irão reflectir luz solar para o centro da povoação.

Rjukan tem cerca de 3500 habitantes e está a 180 quilómetros a oeste de Oslo, a capital da Noruega. Durante seis meses esta aldeia está literalmente à sombra das montanhas que a rodeiam de ambos os lados.

A baixa inclinação do Sol na temporada fria impede que a povoação receba luz directa. Mas isso vai mudar a partir da próxima quinta-feira, quando os três espelhos desenhados por Martin Andersen começarem a funcionar oficialmente.

Os espelhos estão situados no topo de um dos montes e estão programados para direccionar os raios de luz para a praça à frente da prefeitura da vila.

A ideia já tinha sido imaginada há 100 anos por um homem da indústria da cidade, explica o jornal Huffington Post, mas não havia tecnologia para tal. Uma vila no norte da Itália no meio dos Alpes já tinha recorrido a esta tecnologia para obter o mesmo efeito.