PCTP/MRPP contra "preços exorbitantes" dos transportes em Sintra

O candidato do PCTP/MRPP alertou para a redução de comboios da linha de Sintra.
Foto
O candidato do PCTP/MRPP alertou para a redução de comboios da Linha de Sintra. Pedro Cunha

O candidato do PCTP/MRPP à Câmara de Sintra, António Laires, alertou esta sexta-feira para o que considera serem os "preços exorbitantes" dos transportes públicos e alertou para a “degradação” das condições nos comboios da Linha de Sintra.

"Batemo-nos por uma política de transportes digna, segura, cómoda e muito mais barata, porque [os transportes públicos] estão com preços exorbitantes", disse António Laires.
O candidato do PCTP-MRPP, que falava à agência Lusa, por telefone, pouco antes do início de uma acção de campanha na estação de comboios de Rio de Mouro, em Sintra, defendeu que a política de transportes deve servir prioritariamente as escolas e as empresas do concelho com preços que estejam ao alcance dos munícipes.
"O valor a pagar pelos trabalhadores nunca deverá ultrapassar os cinco por cento do salário mínimo nacional", disse.
Além do preço, António Laires alertou também para a falta de condições de segurança e de conforto que os passageiros enfrentam diariamente. "Cada vez pagam mais e com menos condições. O espaço entre comboios é cada vez maior e há muitos horários que são suprimidos", acrescentou.
Além de António Laires concorrem à presidência da Câmara Municipal de Sintra nas eleições de 29 de Setembro Pedro Pinto (PSD/CDS-PP), Basílio Horta (PS), Pedro Ventura (CDU), Luís Fazenda (BE), Marco Almeida (independente), Nuno da Câmara Pereira (PND), Barbosa de Oliveira (independente), José Lucena Pinto (PNR) e Nuno Azevedo (PAN).

  


Sugerir correcção