Benfica lucrou 11,4 milhões de euros com jogadores

SAD "encarnada" divulgou informação económica e financeira do exercício de 2012-13.

A SAD benfiquista registou prejuízos de 10,39 milhões de euros
Foto
A SAD benfiquista registou prejuízos de 10,39 milhões de euros Pedro Maia

A Benfica SAD registou lucros de 11,4 milhões de euros com transferências de jogadores na época futebolística 2012-13, face aos prejuízos de 2,4 milhões no exercício anterior, sobretudo devido às vendas de Witsel e Javi Garcia.

A sociedade desportiva encarnada divulgou informação económica e financeira consolidada relativa ao exercício de Junho de 2012 a Junho de 2013, na qual registou prejuízos de 10,39 milhões de euros, o que ainda assim representa uma melhoria de 11,1 por cento face aos 11,69 milhões negativos do período homólogo.

A mesma nota enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) indica que a SAD registou prejuízos pelo menos nos três últimos exercícios.

A administração da sociedade considerou que os resultados foram influenciados por vários factores, sendo um deles a transacção de jogadores.

“As transferências dos atletas Witsel e Javi Garcia (...) contribuíram de forma significativa para os ganhos obtidos com atletas, os quais ascenderam a 51,5 milhões de euros e que representam o valor mais elevado de receitas desta natureza alcançado pela Benfica SAD. Adicionalmente, permitiram obter um resultado com transacções de atletas positivo no montante de 11,4 milhões de euros face ao valor negativo de 2,4 milhões de euros alcançado no exercício anterior”, indicou a sociedade na nota à CMVM.

Por outro lado, a Benfica SAD destaca que o percurso da equipa sénior de futebol nas competições europeias (fase de grupos da Liga dos Campeões e presença na final da Liga Europa) permitiu “garantir um montante de prémios distribuídos pela UEFA superior a 21,7 milhões de euros”, o que correspondeu a um valor próximo dos 22,4 milhões de euros obtidos no exercício transacto, no qual o Benfica atingiu os quartos-de-final da Liga dos Campeões.

Assim, os proveitos totais consolidados da Benfica SAD na época 2012-13 ascenderam aos 145 milhões de euros, um crescimento de 13,6 por cento face aos 127,6 milhões da época anterior. “Representa o valor mais elevado de proveitos alcançado” pela sociedade encarnada, que justifica o aumento com “os proveitos gerados com os atletas”.

Nos encargos, a Benfica SAD reconhece que manteve “um elevado investimento no plantel de futebol”, o que implicou que “custos com o pessoal e as amortizações e perdas de imparidades com passes de atletas” fossem “em termos globais idênticos aos do exercício transacto”.

Sobre o aumento do passivo (de 426,07 milhões para 440,48 milhões na época passada), bem como do activo consolidado, a SAD encarnada diz que se deve a ter integrado a participação do clube na Benfica TV.

Ou seja, a Benfica SAD ficou com a totalidade do respectivo capital da Benfica TV, o que “contribuiu para um aumento do activo e do passivo consolidado”.

Sugerir correcção