Valter Hugo Mãe entre os finalistas do Prémio Portugal Telecom de Literatura

Valter Hugo Mãe é o único português entre os doze finalistas do Prémio Portugal Telecom de Literatura em língua portuguesa.

Valter Hugo Mãe quando recebeu o Grande Prémio Portugal Telecom
Foto
Valter Hugo Mãe quando recebeu o Grande Prémio Portugal Telecom dr

Os concorrentes a este prémio nas categorias de poesia, romance e conto/crónica foram anunciados esta segunda-feira à noite no Brasil. Os vencedores serão anunciados em Novembro em São Paulo.

O escritor concorre na categoria de romance, com O filho de Mil Homens (editado no Brasil pela Cosac Naify), ao lado dos escritores brasileiros Daniel Galera com Barba Ensopada de Sangue (ed. Companhia das Letras), Miguel Sanches Neto com A Máquina de Madeira (ed. Companhia das Letras) e José Luiz Passos com O Sonâmbulo Amador (ed. Alfaguara).

Obras de Lídia Jorge e de António Lobo Antunes estavam entre os romances semifinalistas

escolhidos entre um total de 450 livros inscritos no prémio, que distingue obras publicadas originalmente em língua portuguesa no Brasil durante o ano de 2012.

Na categoria poesia, os quatro livros escolhidos para a 11.ª edição do prémio são: Formas do Nada, de Paulo Henriques Britto (Companhia das Letras); Porventura, de Antonio Cícero (Record), Sentimental, de Eucanaã Ferraz (Companhia das Letras), e Um Útero é do Tamanho de um Pulso, de Angélica Freitas (Cosac Naify).

E as quatro obras finalistas na categoria de conto/crónica são A Verdadeira História do Alfabeto, de Noemi Jaffe (Companhia das Letras), Essa Coisa Brilhante que é a Chuva, de Cíntia Moscovich (Record), O Tempo em Estado Sólido, de Tércia Montenegro (Grua Editora), e Páginas sem Glória, de Sérgio Sant´Anna (Companhia das Letras).

Os 12 finalistas – quatro obras de cada categoria – foram escolhidos entre os 63 semifinalistas por um júri formado pelos curadora-coordenadora do prémio Selma Caetano (consultora literária da Portugal Telecom), pelo poeta Antonio Carlos Secchin (curador na categoria poesia), pelo escritor Luiz Ruffato (curador na categoria romance) e pelo escritor Marcelino Freire (curador na categoria conto/crónica) e ainda por André Seffrin, o escritor Cristovão Tezza, Italo Moriconi, o académico João Cezar de Castro Rocha, o escritor e crítico José Castello e Leyla Perrone-Moisés.

Em Novembro será escolhido o vencedor de cada categoria e entre os três vencedores será votado aquele que vai receber o Grande Prémio Portugal Telecom 2013. Cada um dos vencedores por categoria recebe 50 mil reais (cerca de 16 mil euros) e o Grande Prémio Portugal Telecom 2013 receberá outros 50 mil reais.

O grande vencedor do Prémio Portugal Telecom 2012 foi o escritor e poeta Valter Hugo Mãe, escolhido entre os vencedores das três categorias (poesia: Junco, de Nuno Ramos; romance: A máquina de fazer espanhóis, de Valter Hugo Mãe; conto/crónica: O anão e a ninfeta, de Dalton Trevisan).

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações