Food Huggers
Foto
Food Huggers

Food Huggers: estes objectos abraçam frutas e legumes

Duas designers norte-americanas criaram um produto para acabar com os cheiros de frutas e legumes no frigorífico e impedir que os alimentos se estraguem. Lançaram um crowdfunding bem sucedido e vendem, online, os Food Huggers a partir de 10 euros

Quantas vezes não partimos tomate ou cebola, deixando uma segunda metade à solta no frigorífico e pronta para se estragar ao fim de poucos dias? E com a fruta acontece o mesmo: maçãs, bananas ou abacates desirmanados acabam, muitas vezes, por se estragar ou, então, por absorver cheiros do frigorífico.

Michelle Ivankovic e Adrienne McNicholas, duas amigas norte-americanas, sempre quiseram ter uma solução duradoura e ecológica para este problema doméstico e, por isso, decidiram avançar com a criação dos Food Huggers.

As duas designers procuraram um objecto que se adaptasse a vários feitios de alimentos e que fosse visualmente atractivo. Transformaram-se em pessoas obcecadas por frutas e vegetais de formas bizarras e ao fim de vários meses desenvolveram os protótipos para os “huggers”.

PÚBLICO -
Foto
Food Huggers

Estas rodinhas de silicone coloridas têm quatro tamanhos diferentes, escolhidos após dezenas de testes. É a flexibilidade do silicone, destacam as criadores no vídeo de apresentação do projecto, que permite tapar, até, latas ou outros recipientes abertos. Tudo para não desperdiçar alimentos e, assim, poupar também algum dinheiro.

PÚBLICO -
Foto
Food Huggers

Os Food Huggers podem ir ao frigorífico, ao congelador, ao micro-ondas e à máquina de lavar loiça. Adaptam-se a praticamente todas as frutas e previnem o aparecimento de cheiros no frigorífico, por exemplo, preservando a qualidade das mesmas.

Para produzirem em quantidade, Michelle e Adrienne lançaram uma campanha de crowdfunding na plataforma Kickstarter entre os meses de Junho e Julho último e ultrapassaram, largamente, o valor inicialmente pedido. Angariaram mais de 183 mil dólares (cerca de 137 mil euros), quando procuravam 26 mil (qualquer coisa como 19 mil e 450 euros).

Quem contribuiu para esta campanha vai receber os seus Food Huggers já a partir de Outubro de 2013 e, através do site da marca, é possível fazer pré-encomendas, a serem distribuídas na mesma altura. Além dos “huggers” normais, vendidos em conjuntos de quatro unidades por 19 dólares (14 euros), há um formato especial pensado para os abacates; neste caso os “packs” são de duas unidades, a 14 dólares (10 euros).