J.K. Rowling publicou um policial sob pseudónimo

Autora de Harry Potter admitiu o “crime” revelado pelo jornal britânico The Sunday Times e lamentou que a sua descoberta não tivesse tardado mais algum tempo. Já as vendas não se queixam

Fotogaleria
A capa do livro que Rowling escreveu sob pseudónimo DR
Fotogaleria

J.K. Rowling publicou sob pseudónimo um romance policial saudado pela crítica. A revelação foi feita pelo Sunday Times este domingo.

Com o título The Cuckoo’s Calling (O Apelo do Cuco), o livro foi publicado em Abril em Inglaterra, assinado por Robert Galbraith, supostamente um antigo militar tornado escritor. Conta a história de Cormoran Strike, um veterano da guerra do Afeganistão que se torna detective privado e tenta desvendar o caso do suicídio de um modelo feminino.

Segundo escreve o Sunday Times, citado pela AFP, o romance foi “saudado pela crítica” como “uma primeira obra notável”. Houve quem tivesse falado numa “estreia  brilhante” e quem reparasse na forma como um autor masculino descrevia tão bem a roupa feminina.

O Sunday Times descobriu a “marosca” ao investigar as circunstâncias que levaram um escritor “com um passado no Exército e depois nos serviços privados de segurança a tornar-se numa revelação literária”, como se pode ler no site do jornal. Acabou por chegar ao nome de J.K. Rowling, que depressa admitiu a autoria, embora tenha dito que “esperava poder guardar o segredo durante mais algum tempo”.

“Tornar-me Robert Galbraith foi uma experiência absolutamente libertadora”, disse a autora de Harry Potter, através de um comunicado. “Foi maravilhoso ter publicado um livro sem que ele motivasse toda essa grande expectativa e confusão, e foi um verdadeiro prazer ter visto como ele foi acolhido sob um nome diferente”, acrescentou a escritora, revelando que o seu editor David Shelley foi “um autêntico cúmplice no crime”.

The Cuckoo’s Calling 

teve edição em capa dura com a chancela da Sphere, ligada ao grupo Little, Brown Book – o mesmo que lançou, no ano passado, o último livro de J.K. Rowling,

The Casual Vacancy

(

Uma Morte Súbita

, editado em Portugal pela Presença), o seu primeiro romance para adultos. Esta obra recebeu então críticas desencontradas e as vendas não tiveram nada a ver com o sucesso global da saga

Harry Potter

, que chegou ao cinema e vendeu mais de 450 milhões de exemplares em todo o mundo.

The Cuckoo’s Calling

vendeu cerca de 1500 exemplares desde o seu lançamento em Abril. Mas logo que foi revelada a identidade do seu verdadeiro autor, subiu mais de cinco mil lugares no

top

de vendas da Amazon. E a BBC reportava este domingo a grande corrida às livrarias inglesas à procura dos poucos exemplares que ainda restavam desta inopinada “aventura policial” de J.K. Rowling.