Espanha bate Itália na final do Europeu sub-21

Thiago Alcântara apontou três dos golos espanhóis e foi a figura do encontro

Thiago Alcântara foi a figura do encontro com três golos
Foto
Thiago Alcântara foi a figura do encontro com três golos Baz Ratner/Reuters

O futebol mais “adulto” dos sub-21 de Espanha chegou a ser massacrante na final desta terça-feira do Europeu da categoria, em que a “Roja” bateu a Itália por 4-2, com Thiago Alcântara a brilhar, ao marcar três golos.

O médio do Barcelona, que até nasceu em Itália, fez um hat-trick e a sua eficácia no primeiro tempo deitou por terra as ambições dos transalpinos, cujo futebol esteve a léguas do apresentado pelo combinado dirigido por Julen Lopetegui, que assim revalidou o título de campeão europeu do escalão.

A selecção espanhola mandou em toda a primeira parte do encontro, chegando à vantagem aos seis minutos, por Thiago Alcântara, e apenas foi surpreendida pelo golo de Immobile, o primeiro sofrido por De Gea no torneio, conseguido quatro minutos depois, numa acção de contra-ataque.

Mas o médio do Barcelona aproveitou toda a sua gama de recursos para oferecer mais dois golos à Espanha. No primeiro, foi servido por Koke para o coração da área, dominou com o peito e rematou com sucesso, enquanto o segundo foi anotado na conversão de uma grande penalidade, a castigar uma falta sobre Tello, cometida por Donati.

No segundo tempo, a maior experiência de jogadores como De Gea (Manchester United), Isco (Málaga), Tello (Barcelona) e Morata (Real Madrid) foi factor de desequilíbrio constante, porque esse poderio individual foi um acrescento poderoso ao sistema de jogo, em posse contínua, como manda a “escola” espanhola.

E foi graças a mais uma boa jogada colectiva, “coroada” com um belo passe de Koke, que Montoya ganhou o lado direito da grande área italiana e aí foi rasteirado por Regini, que provocou novo penálti e o 4-1, marcado por Isco, aos 66 minutos.

A 10 minutos do final, com o resultado bem seguro, a Espanha “amoleceu” um pouco e os italianos aproveitaram para reduzir para 4-2, graças a um remate de Borini, à entrada da área.