André Carrilho, João Fazenda e André da Loba entre os melhores ilustradores de 2013

Revista norte-americana 3X3 atribui medalhas de ouro e bronze aos ilustradores portugueses.

João Fazenda recebeu a medalha de bronze na categoria Livros
Foto
João Fazenda recebeu a medalha de bronze na categoria Livros LUÍS RAMOS

Os ilustradores portugueses André Carrilho, André da Loba e João Fazenda foram distinguidos este ano pela revista norte-americana 3x3, considerada a mais importante publicação internacional dedicada à ilustração contemporânea.

A publicação 3x3 premeia anualmente - com um grande prémio, medalhas de ouro, prata e bronze - aqueles que considera ser os melhores ilustradores a nível internacional, tendo já distinguido, em anos anteriores, autores portugueses como Gonçalo Viana, Marta Madureira e André Letria.

Este ano

, o caricaturista André Carrilho conquistou cinco distinções, incluindo uma medalha de ouro, nas categorias de

cartoon

/banda desenhada, animação, editorial e retratos.

André Carrilho, 38 anos, é o mais internacional dos ilustradores e caricaturistas portugueses da actualidade, colaborando como várias publicações estrangeiras, entre as quais a Vanity Fair, New Yorker ou a Los Angeles Magazine. É ainda autor de curtas-metragens de animação.

Além de Carrilho, a 3x3 Magazine atribuiu também uma medalha de ouro a André da Loba, na categoria “Animação”, e uma medalha de bronze a João Fazenda, na categoria “Livros”.

André da Loba, que vive em Nova Iorque, onde estudou ilustração, foi considerado um dos 200 melhores ilustradores de todo o mundo pelo Lurzer’s Archive e é colaborador regular do diário New York Times. Ilustrou várias obras, algumas para a infância, como Elefante em loja de porcelana, de Adélia Carvalho, e Pensamientras, com texto de Eugénio Roda, e constrói ilustrações com volume, como uma extensão do que já faz no papel.

João Fazenda, que se divide entre Londres e Lisboa, soma vários prémios internacionais, trabalha em desenho de imprensa,  ilustração para a infância, banda desenhada e, mais recentemente, cinema de animação.

O trabalho de todos os premiados deste ano será publicado numa edição da revista 3x3, no Inverno.

O grande prémio deste ano foi atribuído a Chris Thornley, do Reino Unido.