Câmara de Braga critica “insinuações” em torno do negócio da Pousada da Juventude

Autarquia "repudia" criticas ao facto de, até há dias, terem pertencido à filha de Mesquita Machado edifícios que a autarquia quer expropriar.

A Câmara de Braga, liderada por Mesquita Machado, vai expropriar edificios que pertenciam à filha do autarca
Foto
A Câmara de Braga, liderada por Mesquita Machado, vai expropriar edificios que pertenciam à filha do autarca Carla Carvalho Tomás

A Câmara de Braga classifica como “insinuações” a divulgação de que os prédios que pretende expropriar para a instalação da Pousada da Juventude terem sido propriedade da filha de Mesquita Machado até à semana passada.

Num comunicado divulgado na tarde desta quarta-feira, a autarquia assegura que a intenção do projecto é “tão só preservar um património construído de grande importância”. A autarquia liderada pelo socialista Mesquita Machado manifesta o seu “veemente repúdio” pelas notícias vindas a público e pelas críticas feitas por dirigentes do Bloco de Esquerda sobre o assunto. O comunicado reputa como “insinuações maldosas” a divulgação do envolvimento de familiares directos do presidente da câmara no processo.

Esta quinta-feira, a câmara de Braga aprecia uma proposta de expropriação de três prédios junto ao antigo Convento das Convertidas, num processo que, alega, tem como objectivo “evitar qualquer especulação sobre a aquisição dos imóveis em causa”. “A Câmara Municipal de Braga vai proceder à expropriação por via judicial, considerado o método mais transparente em virtude do preço a pagar ser fixado pelo Tribunal Judicial”, justifica a autarquia.

No mesmo comunicado, o executivo reafirma que a única intenção da instalação da Pousada da Juventude no antigo Convento das Convertidas é “preservar um património construído de grande importância, mormente para a consolidação do edificado histórico de zona tão nobre da cidade como a Avenida Central”, na sequência do Programa Estratégico para o Centro Histórico de Braga e da definição da Zona Especial de Protecção ao imóvel como área de interesse arquitectónico.