O desafio da canela theslowmoguys
Foto
O desafio da canela theslowmoguys

Desafio da canela, uma brincadeira perigosa no YouTube

Estudo da American Academy of Pediatrics mostra que o jogo da canela pode causar graves problemas respiratórios

"Não aceitem o desafio da canela". Este é o conselho dos médicos sobre o jogo perigoso que se está a tornar popular em vídeos do YouTube. A brincadeira de engolir canela em pó já provocou não só várias hospitalizações, mas também um aumento de chamadas para o American Association of Poison Control Centers (AAPCC).

O desafio da canela consiste em tentar engolir uma colher cheia de canela em pó e aguentar um minuto sem beber água. Contudo, e de acordo com o estudo da American Academy of Pediatrics, a simples tentativa de a engolir pode causar asfixia, irritação da garganta e problemas respiratórios, podendo mesmo causar problemas graves nos pulmões.

O estudo afirma que, em todo o mundo, pelo menos trinta jovens necessitaram de cuidados médicos no último ano depois de terem aceite o desafio. Além disso, o número de chamadas para o controlo de envenenamento aumentou de 51, em 2011, para 222, no último ano, de acordo com a AAPCC.

Milhares de vídeos no YouTube mostram adolescentes a aceitarem o desafio, “resultando numa “explosão laranja de bafo de dragão” a ser expelida das suas bocas e, por vezes, ouve-se o riso histérico dos amigos que estão a assistir”, diz ao Huffington Post Steven E. Lipshultz, co-autor do estudo e professor de pediatria na University of Miami Miller School of Medicine. “A canela é feita de casca de árvore e contem fibras de celulose que não se decompõem facilmente”, explica o professor.

Stephen Pont, porta-voz da American Academy of Pediatrics e pediatra em Austin, Texas, nos EUA, refere ainda que o estudo “é uma chamada de atenção para pais e médicos, que devem estar atentos ao que os adolescentes andam a ver na Internet”.

O testemunho de quem já experimentou

Uma adolescente de Ypsilanti, Michigan, nos EUA, que foi hospitalizada por ter tido uma paragem pulmonar depois de ter tentado superar o desafio da canela, já criou o seu próprio site para alertar os adolescentes a não aceitarem o desafio.

Dejah Reed, de 16 anos, afirma que já experimentou superá-lo quatro vezes – a última vez foi em Fevereiro e a experiência não correu bem. Foi hospitalizada durante quatro dias e voltou para casa com um inalador. Dejah disse que leu sobre este desafio no Facebook e noutras redes sociais e pensou que “seria engraçado” experimentar.

O desafio da canela junta-se a outras brincadeiras perigosas que se tornaram virais nos últimos anos, como o "planking" ou o "balconing".