Bruno de Carvalho diz que não há dinheiro no Sporting

Presidente dos “leões” nega que esteja a pensar demitir-se, mas reforça a ideia de que a situação financeira do clube é asfixiante.

Bruno de Carvalho, um dos signatários do comunicado
Foto
Bruno de Carvalho, presidente do Sporting Nuno Ferreira Santos

Bruno de Carvalho convocou nesta quarta-feira uma conferência de imprensa para abordar a situação financeira do Sporting. E, apesar dos muitos cuidados que revelou ao falar do tema, escudando-se no dever de sigilo a que estava obrigado, deixou claro que não há dinheiro em Alvalade.

“Quem ler as contas auditadas do clube percebe que está tudo dado como garantia. Por muito dinheiro que entre no Sporting, se as pessoas não quiserem, não há nenhum. É a situação que vivemos”, declarou, a dado momento, o presidente “leonino”.

Bruno de Carvalho não falou sobre a situação dos salários de jogadores e funcionários, mas deixou entender que as verbas para pagamentos estão bloqueadas. Quanto ao resto, afirmou que as negociações com a banca prosseguem e deu a garantia de que a auditoria de gestão vai mesmo avançar.

O presidente do Sporting afirmou que não está em cima da mesa “nenhum perdão de dívida”, mas reconheceu que a “maturidade [dos empréstimos] está em cima da mesa”.

“A situação do Sporting é muito complicada, todos o sabíamos e numa negociação estou convencido que nenhuma parte vai terminar satisfeita. Haja bom senso para perceber que nós não aceitaremos nada que achemos que logo à partida põe em causa ou direitos do Sporting. E os sócios do Sporting vão ter sempre que decidir tudo isto numa assembleia geral”, acrescentou ainda Bruno de Carvalho.

Quanto à entrada de investidores na SAD, o presidente “leonino” afirmou que eles “nunca foram um problema nesta renegociação”, mas acrescentou: “Nenhum investidor colocará um cêntimo no Sporting sem a reestruturação estar feita.”

Por fim, deixou um elogio ao trabalho que apelidou de “faraónico” que os elementos da sua direcção têm feito nestes 15 dias que leva de mandato: “Soluções, temos. Vários elementos da direcção têm saído daqui às 2h.”
 

Sugerir correcção