A última corrida do "Torpedo de Turbante", o mais velho maratonista do mundo

O passaporte britânico garante que tem 101 anos de idade. Fauja Singh, nascido na Índia, participou este domingo na sua última prova oficial.

Fauja Singh começou a correr aos 89 anos de idade
Fotogaleria
Fauja Singh começou a correr aos 89 anos de idade Dale de la Rey/AFP
Fotogaleria
Dale de la Rey/AFP
Fotogaleria
Bobby Yip/Reuters
Fotogaleria
Tyrone Siu/Reuters

Entre as mais de 72 mil pessoas que correram este domingo a maratona de Hong Kong, era difícil distinguir um homem de longas barbas brancas e um turbante amarelo. Mas o número do dorsal (G0001) indicava que se estaria perante um atleta especial, numa ocasião especial – Fauja Singh, o mais velho maratonista do mundo, completava a sua última corrida, a pouco mais de um mês de comemorar 102 anos de idade.

Nem todos os atletas correram os 42,195 quilómetros pelas ruas da cidade de Hong Kong. O evento dividiu-se em várias distâncias – dos três quilómetros em cadeira de rodas à maratona. Singh participou na prova de dez quilómetros, que cumpriu em 1h32m28s. Mas isso não interessa nada.

Fauja Singh, o sikh também conhecido como o "Torpedo de Turbante", acabava de cruzar pela última vez a meta de uma corrida oficial e já ouvia o tiro de partida para um futuro de nostalgia. "Nunca esquecerei este dia. Vou ter saudades", disse, citado pela agência Associated Press.

Antes do início da corrida, o "torpedo" já previa o que iria acontecer. "Sinto uma mistura de felicidade e tristeza. Estou feliz porque vou retirar-me no máximo das minhas capacidades, mas estou triste por ter chegado a altura de deixar de participar nisto", lamentou, numa entrevista concedida à AP, onde esteve acompanhado pelo seu treinador e intérprete, Harmader Singh.

Apesar das dúvidas em relação à sua verdadeira idade – o passaporte britânico diz que nasceu a 1 de Abril de 1911, mas as autoridades indianas garantem que nessa época não eram guardados registos de nascimentos –, Fauja Singh é reconhecido como o maratonista mais velho do mundo. Tenha ou não nascido na data que aparece no seu passaporte, o mais surpreendente na carreira de Singh é que ela começou há apenas pouco mais de 12 anos. Para quem prefere acreditar nos dados do passaporte, tinha 89 anos de idade.

Segundo a história contada pelo próprio, o vício da corrida começou após a morte da sua mulher e de um dos seus filhos, em 1994. “Ele achava que não valia a pena viver sem o seu filho”, disse à AP o treinador.

Depois de os seus outros cinco filhos terem emigrado, Singh decidiu juntar-se a um deles, em Inglaterra.

O resto é História do desporto: ao todo, foram nove maratonas, e a primeira não poderia ter sido mais emblemática. No ano 2000, Fauja Singh corria pelas ruas de Londres a primeira de nove maratonas. O seu melhor tempo foi estabelecido em Toronto, no Canadá, em 2003: 5h40m a correr, aos 92 anos de idade. Em 2012, foi um dos atletas que transportou o facho olímpico, para os Jogos de Londres.

Termina a carreira como detentor de vários recordes mundiais de atletismo na sua faixa etária (mais de 100 anos de idade), todos alcançados em 2011:

100m (23,40) O japonês Hidekichi Miyazaki tinha feito 28,83 um ano antes

200m (52,23) O sul-africano Philip Rabinowitz conseguira 77,59 em 2004

400m (2m13s48) A anterior marca era de 3m41s e pertencia ao austríaco Erwin Jaskulski, estebelecida em 2003

800m (5m32s18) Não havia recorde anterior

1500m (11m27s81) O australiano Leslie Amey fizera 16m46s41 no ano 2000

Milha (11m53s45) Não havia recorde anterior

3000m (22m52s47) Não havia recorde anterior)

5000m (49m57s39) Não havia recorde anterior)

Maratona (8h25m17s) para pessoas com mais de 100 anos – o máximo de 5h40m01s foi alcançado aos 92 anos de idade.