Jorge Jesus alerta para "o tridente que faz golos a qualquer momento"

Treinador do Benfica voltou a relativizar a importância do jogo de quinta-feira com o Bayer Leverkusen, para a Liga Europa.

Primeiro admitiu que a vitória obtida na Alemanha (1-0) dá "alguma vantagem" ao Benfica na segunda mão da eliminatória dos 16 avos-de-final da Liga Europa que se disputa na Luz na quinta-feira. Mas, logo a seguir,Jorge Jesus avisou para os perigos que os três homens da frente do Bayer Leverkusen representam.

Na conferência de imprensa de antecipação do encontro entre o Benfica e o Bayer Leverkusen, Jorge Jesus insistiu em relativizar a importância da Liga Europa para o Benfica. "É um jogo que tem a importância que tem, mas, para mim, no domingo, com o Paços, é muito mais importante", deixando entender que irá proceder a alterações àquele que costuma ser o habitual "onze" titular "encarnado" no campeonato.

"Se jogas à quinta-feira e, passados dois dias estás a jogar outra vez. Nenhuma equipa do mundo aguenta", acrescentou o técnico.

Sobre o adversário de quinta-feira, Jesus disse não esperar uma noite tranquila: "Vai colocar-nos muitos problemas. O facto de termos ganho o primeiro jogo pode dar-nos alguma vantagem, mas o adversário tem um tridente na frente que pode fazer golo a qualquer momento", numa referência aos avançados do Bayer Castro, Kiessling e Schurrle.

Jorge Jesus, aliás voltou a insistir na qualidade que o opositor revela, elogiando a sua prestação no campeonato alemão, que considera ser "o mais forte da Europa".

O treinador dos benfiquistas teve ainda uma confissão curiosa. Questionado sobre a luta a dois que se mantém no campeonato nacional entre o Benfica e o FC Porto, Jesus revelou que, na sua opinião, a equipa que sair mais cedo da Europa será a que tem mais hipóteses de se sagrar campeã.