Vítor Pereira exige "melhor nível de decisão" no ataque do FC Porto

O treinador do campeão nacional antecipou esta quarta-feira o jogo com o Beira-Mar, da 19.ª jornada. "Não esperamos facilidades".

Vítor Pereira dis que o campeonato foi bem disputado
Foto
Vítor Pereira dis que o campeonato foi bem disputado Foto: Francisco Leong/AFP

O treinador do FC Porto, Vítor Pereira, acredita que a equipa irá mostrar maior capacidade de decisão no encontro de sexta-feira, no terreno do Beira-Mar, a contar para a 19.ª jornada da Liga.

O técnico portista assumiu que “nem técnicos, nem jogadores, nem adeptos” ficaram satisfeitos com o empate concedido na recepção ao Olhanense (1-1), desfecho que impediu que os “dragões” se isolassem no comando da competição, mantendo-os com os mesmos pontos que o Benfica.

“No último jogo, as coisas não saíram como queríamos. Mas, frente ao Beira-Mar, quero os mesmos comportamentos pressionantes, de posse, mas com melhor nível de decisão no último terço [ofensivo]”, afirmou.

Ainda a propósito do jogo com os algarvios, o técnico portista realçou: “Estaria preocupado se a equipa não tivesse jogado bem, se se tivesse acomodado e não tivesse procurado melhor resultado, ou se não tivesse respeitado os nossos princípios”. “Apenas não conseguimos materializar em golos o domínio exercido, mas há que realçar, também, o mérito do adversário, bem organizado do princípio ao fim”, disse.

Antevendo a partida de Aveiro, Vítor Pereira prevê "um Beira-Mar que vai querer recuperar pontos". "Não esperamos facilidades. O nosso adversário procura jogar bem, mas não tem sido feliz. Às vezes proporciona grandes jogos, outras vezes não consegue produzir o que está ao nível da equipa”, sublinhou.

Questionado sobre a proximidade do confronto para os “oitavos” da Liga dos Campeões (dia 19, frente ao Málaga), o técnico sublinhou que “não vai haver poupanças” e que “jogará a melhor equipa disponível”. “Temos que nos preparar para estar ao mais alto nível. E será já neste jogo com o Beira-Mar que queremos dar um sinal de pujança física e mental, para aspirarmos a passar eliminatória”, referiu.
 

Sugerir correcção