ecospc/Flickr
Foto
ecospc/Flickr

Cientistas desenvolvem perfume para ajudar a encontrar parceiro

Segundo o alemão Thomas Boehm, o odor corporal desempenha um papel decisivo na escolha do parceiro

Cientistas alemães desenvolveram um perfume para ajudar a encontrar um parceiro cujo aroma corresponde ao odor corporal individual, divulgou a revista científica Proceedings of the Royal Society B.

Segundo o líder do estudo Thomas Boehm, director do Instituto Max Planck de Imunologia e Epigenética em Friburgo, o odor corporal desempenha um papel decisivo na escolha do parceiro. A fragrância sintética, na qual os cientistas trabalharam durante dez anos, faz ressaltar precisamente o odor corporal. “O estudo está na fronteira entre a imunologia e o comportamento”, disse Boehm à imprensa alemã, citado na agência noticiosa espanhola EFE.

O cientista referiu que os animais indicam através do seu odor corporal os genes imunológicos que possuem. “O cheiro dos potenciais parceiros indica se são o complemento perfeito para os genes imunológicos próprios. Os descendentes seriam assim resistentes a um vasto grupo de agentes patogénicos”, explicou.

Os genes imunológicos e o odor ligado a eles é diferente de indivíduo para indivíduo e a escolha do parceiro através do cheiro é um acto inconsciente, sublinhou Boehm.

O cientista Manfred Milinski disse que o perfume para encontrar um parceiro está pronto para ser lançado, embora ainda não existam planos concretos para a produção em massa. No estudo participaram também cientistas do Instituto Max Planck de Evolução Biológica em Plon, da Clínica de Otorrinolaringologia da Universidade de Dresden e da Universidade de Gotemburgo (Suécia).

Sugerir correcção