Jardim mantém tolerância de ponto no Carnaval na Madeira

Alberto João Jardim contraria medida do Governo de Passos Coelho.

Governo Regional da Madeira poderá ser obrigado a vender o <i>Jornal da Madeira</i>.
Foto
Governo Regional da Madeira poderá ser obrigado a vender o Jornal da Madeira. Adriano Miranda

"Nem o Alberto João mudou, nem a Madeira mudou", justificou o chefe do executivo regional, que não segue orientação do Governo da República.

O presidente do Governo Regional, Alberto João jardim, garantiu esta quinta-feira que vai manter a tolerância de ponto no Carnaval para os funcionários públicos da Madeira, nos termos dos anos anteriores. "Nem o Alberto João mudou, nem a Madeira mudou", justificou.

Nos últimos anos, contrariando a decisão do Governo da república que mantém os organismos públicos em actividade a nível nacional, o executivo madeirense tem dado tolerância de ponto na terça-feira de Entrudo em todos os serviços, institutos e empresas públicas sob sua tutela e, ainda, nas mesmas entidades públicas, na parte da manhã da quarta-feira seguinte.

O sítio do Governo Regional na Internet, que não inclui a tolerância nas deliberações tomadas esta quinta-feira pelo conselho de governo, anuncia as festas de Carnaval da Madeira – que inclui grande cortejo alegórico, a 9 de Fevereiro, e o “desfile trapalhão”, a dia 12 – para “manter intactas as raízes marcadamente populares”. Será, acrescenta, “uma semana de ´loucura´, de contornos saudáveis, que invade os hotéis, os bares e as discotecas, transformando-os em locais de animação contínua”.

Como em 1993, quando criticou publicamente a decisão de Cavaco Silva que decidiu então acabar com o feriado de Carnaval por causa da produtividade, Jardim também discordou, no ano passado, do primeiro-ministro Pedro Passos Coelho ao manter a tolerância de ponto, duas semanas depois de ter assinado o programa de ajustamento financeiro com agravadas medidas de austeridade para os madeirenses.

Além de dar tolerância aos funcionários públicos no dia de posse do Governo Regional e na sexta-feira do Rali da Madeira, Jardim instituiu como feriados regionais o dia 26 de Dezembro e 1 de Julho, Dia da Região.