Grupo de ciclistas abalroado por carro numa rotunda de Viana do Castelo

Entre os corredores estavam os ciclistas Rui Sousa e César Fonte, da Efapel-Glassdrive, que foram atropelados enquanto treinavam, mas não sofreram ferimentos graves.

Um grupo de ciclistas, entre eles eles vários profissionais, queixa-se de ter sido abalroado por um carro na rotunda de Darque, Viana do Castelo. Entre eles estavam Rui Sousa e César Fonte, da equipa Efapel-GlassDrive. Ninguém sofreu ferimentos graves.

“Estávamos a treinar normalmente, entrámos na rotunda de Darque [Viana do Castelo] e, quando já estávamos completamente na rotunda, há um carro que aparece e quase nos leva a todos”, descreveu Rui Sousa à agência Lusa. 

De acordo com o terceiro classificado da Volta a Portugal de 2012, o condutor, depois de discutir com o grupo de ciclistas, no qual também seguiam Sandro Pinto, Ricardo Costa e Beco, da equipa de BTT Saertex Portugal

Bicicletas Lavarinhas, tentou pôr-se em fuga, fazendo marcha atrás e encostando-o a uma carrinha.

“Ao fazer marcha atrás, esmagou-me contra uma carrinha. Acertou-me na zona da anca, apanhou o César de lado. Comecei a gritar e não sei se puxou o carro à frente, mas caí no chão e não conseguia mexer a perna esquerda”, continuou o corredor de Viana do Castelo, que criticou a falta de respeito dos condutores portugueses pelos ciclistas.

Rui Sousa estava ao início da tarde no hospital da Viana do Castelo a fazer exames, mas pensa que além das nódoas negras e das dores não sofreu nenhuma lesão grave.

César Fonte também foi transportado ao hospital, mas recebeu alta, uma vez que apresentava apenas escoriações.