Nadal falha o Open da Austrália

Há seis meses que o maiorquino não compete devido a problemas físicos.

Nadal desalentado com a situação na conferência de imprensa em que anunciou a sua não ida à Austrália
Foto
Nadal desalentado com a situação na conferência de imprensa em que anunciou a sua não ida à Austrália Neil Tingle/AFP

O tenista espanhol Rafael Nadal anunciou nesta sexta-feira a ausência no Open da Austrália, o primeiro “Grand Slam” do ano, a decorrer entre 14 e 27 de Janeiro, devido a uma infecção viral no estômago.

Na semana passada, o número quatro da hierarquia mundial viu-se obrigado a adiar o regresso ao circuito, do qual está afastado desde 28 de Junho devido a uma lesão no joelho esquerdo, por culpa de uma gastroenterite, que o deixou com febres altas durante cinco dias.

“O meu joelho está muito melhor e o processo de reabilitação correu como previsto pelos médicos, mas o vírus impossibilitou-me de treinar esta semana e, por isso, lamento anunciar que, contrariamente ao que estava previsto, não jogarei em Doha nem no Open da Austrália”, informou o espanhol em comunicado.

Nadal, detentor de 11 títulos do “Grand Slam”, não joga qualquer encontro desde que perdeu com o checo Lukas Rosol na segunda ronda do torneio de Wimbledon, ou seja, desde há seis meses, tendo falhado os Jogos Olímpicos, o Open dos Estados Unidos e a final da Taça Davis.

“Para a minha equipa e os meus médicos, o mais seguro é fazer as coisas bem e este vírus atrasou os meus planos. Terei de esperar até ao torneio de Acapulco [em Fevereiro] para competir outra vez, embora considere jogar qualquer outro evento ATP antes”, esclareceu.

“Rafa” recordou ainda que sempre disse que o seu regresso só aconteceria em condições ideais e que, depois de tanto tempo afastado, prefere não acelerar o processo.

O recordista de vitórias em Roland Garros vai enfrentar uma queda no ranking devido à ausência no Open da Austrália, uma vez que foi finalista vencido na edição de 2012.

O número um mundial Novak Djokovic, vencedor em título do "Grand Slam” australiano, lamentou a ausência do rival.

“Estava ansioso por voltar a vê-lo jogar. Ele está ausente do circuito há seis meses e tenho a certeza de que todos os fãs do ténis querem voltar a vê-lo no court, saudável e em forma”, disse o sérvio.