Chelsea reagiu à derrota no Mundial com goleada histórica

Triunfo por 8-0 sobre o Aston Villa iguala recorde dos "blues" na Premier League. Apenas Ramires marcou mais que um golo.

A grande vítima da tarde em Stamford Bridge: Brad Guzan, guarda-redes do Aston Villa
Foto
A grande vítima da tarde em Stamford Bridge: Brad Guzan, guarda-redes do Aston Villa Glyn Kirk/AFP

Depois de ter perdido há uma semana com o Corinthians, em Yokohama, na final do Mundial de clubes, o Chelsea regressou à competição na Premier League com uma vitória muito robusta, por 8-0 em casa sobre o Aston Villa.

Esta goleada igualou o melhor registo de sempre da formação londrina em jogos da Premier League, alcançado a 9 de Maio de 2010, frente ao Wigan.

Quase toda a equipa teve direito a marcar nesta tarde de domingo – foram sete marcadores diferentes e apenas o ex-benfiquista Ramires marcou mais que um.

Fernando Torres, renascido para os golos desde que Rafa Benitez chegou ao Chelsea, inaugurou o marcador aos 3’. E, depois do espanhol ter aberto as hostilidades, os golos foram acumulando-se: David Luiz (29’), Ivanovic (34’), Lampard (59’), Ramires (75’), Óscar (79’), Hazard (83’) e Ramires (90’). No meio de tantos golos até deu para Piazon falhar um penálti aos 90’.

Com este triunfo, o Chelsea recuperou o terceiro lugar na Premier League, somando agora 32 pontos, menos 11 que o líder Manchester United e menos sete que o segundo classificado, o Manchester City. Os “blues” têm, no entanto, menos um jogo disputado que os dois primeiros.