Cavaco Silva volta a desejar um ano “tão bom quanto possível”

Presidente da República reconheceu que o país vive "um período muito difícil".

Cavaco Silva pede rigor no processo de reorganização administrativa de Lisboa
Foto
Cavaco Silva recordou a Ban Ki-moon que o português é idioma oficial ou de trabalho de várias das agências especializadas da ONU. Manule de Almeida

O Presidente da República publicou, esta sexta-feira, um vídeo com a mensagem de boas festas, repetindo a ideia de que "de mãos dadas, conquistaremos um futuro melhor".

Cavaco Silva começa por dizer que "o Natal é um momento especial para todos", ao qual "ninguém fica indiferente" . De seguida, o Presidente da República repete, como fez em 2011 e 2010, que a época natalícia é "tempo de família".

"Tempo de pararmos um pouco para pensarmos mais nos que estão à nossa volta e nos que estão longe", diz Cavaco Silva, acrescentando "principalmente nos mais frágeis, que exigem mais a nossa atenção e a nossa partilha fraterna".

O Presidente da República admite que Portugal vive "um período muito difícil", mas sublinha que os portugueses não podem "perder a esperança". Cavaco deixa ainda um conselho: "Se caminharmos unidos, ultrapassaremos as dificuldades."

Uma ideia partilhada por Maria Cavaco Silva, que defende que "de mãos dadas, conquistaremos um futuro melhor". A primeira-dama afirma ainda que "o povo português tem dado belos exemplos de solidariedade, de partilha empenhada com aqueles que menos têm". "Esses gestos iluminam o nosso futuro colectivo", acrescenta.

A mensagem termina exactamente da mesma forma que a homóloga, apenas muda o último dígito do ano: "Desejamos a todos um feliz Natal. E um ano de 2013 tão bom quanto possível."