Apresentador de televisão espanhola denuncia xenofobia para com Mourinho e Ronaldo

Em causa está o tratamento negativo que ambos os portugueses têm em muita da comunicação social espanhola.

Cristiano Ronaldo e Mourinho geram controvérsia em Espanha
Foto
Cristiano Ronaldo e Mourinho geram controvérsia em Espanha Marcelo del Pozo/Reuters

As palavras saíram da boca de Josep Pedrerol, apresentador do programa televisivo Punto Pelota transmitido num canal televisivo em Espanha. Pedrerol denunciou em directo que o tratamento quase sempre negativo que Cristiano Ronaldo e José Mourinho sofrem em Espanha ocorre porque são portugueses.

Numa altura em que se discutia a pouca presença de Cristiano Ronaldo nas primeiras páginas dos jornais comparativamente a Lionel Messi, Pedrerol afirmou: “Em 30 primeiras páginas, foi manchete uma vez. Hoje [domingo], Cristiano Ronaldo foi manchete? Era o que faltava que não fosse! Fez um dos melhores jogos da sua história! É que, apesar de marcar muitos golos, Cristiano nunca é manchete, nunca! Sabes o que é que se passa? Estamos a discutir se tratamos Cristiano como ele merece, e a realidade é que Cristiano é português, é português! E Mourinho também é e, como a Mourinho há que massacrá-lo, Cristiano apanha por tabela! Já nos conhecemos todos. Ao Cristiano, deram-lhe a manchete por obrigação, senão não lha davam!”

A emissão foi transmitida no passado domingo, dia 2 de Dezembro, após o triunfo do Real Madrid sobre o Atlético de Madrid por 2-0. Um jogo em que Ronaldo fez uma grande exibição, marcou o primeiro golo dos merengues e fez a assistência para o segundo, e que foi ainda marcado pelo gesto de José Mourinho, antes do início do encontro, quando subiu sozinho ao relvado do Santiago Bernabéu para que aqueles que o criticam o fizessem abertamente (acabaram por ser mais os aplausos do que os assobios).