Michael Verhoef/Flickr
Foto
Michael Verhoef/Flickr

It Gets Better: Tudo Vai Melhorar, também em Portugal

Tudo Vai Melhorar é a versão nacional do It Gets Better, projecto internacional que combate o "bullying" homofóbico. Já há vídeos de portugueses — um é de José Castelo Branco

aqui falámos do It Gets Better, projecto — já um movimento — internacional que combate o "bullying" homofóbico, tentando devolver alguma esperança aos jovens homossexuais, bissexuais ou transgéneros que pensam em cometer suicídio. Portugal juntou-se agora à lista de países afiliados, uma iniciativa da associação CASA — Centro Avançado de Sexualidade e Afectos.

Tudo Vai Melhorar é, assim, a resposta nacional a uma realidade global. Segundo dados do projecto, 42% dos jovens LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais) portugueses afirmam terem sido vítimas de "bullying"; 85% já ouviram comentários homofóbicos como "bicha", "gay", "fufa" ou "maricas". 

Lançado oficialmente a 10 de Novembro na discoteca Zoom, no Porto, o projecto conta já com alguns vídeos com testemunhos de portugueses. Jorge e João assumem-se como "exemplo de que a luz existe ao fundo do túnel"; Fábio Mesquita sublinha que "ser diferente dos outros é bom"; a psicóloga do projecto, Carina Fernandes, reforça que ninguém está sozinho.

José Castelo Branco é a primeira figura pública a associar-se à iniciativa, contando como foi vítima de "bullying" desde os quatro anos e ultrapassou as situações, sem nunca deixar de acreditar. "Continue o seu caminho em frente, independentemente da sua conduta sexual, da sua escolha. Quem são os outros para julgar?", questiona. Mais personalidades seguem-se, espera a coordenação. Mas toda a gente pode ajudar — gravando um vídeo, espalhando a mensagem, fazendo um donativo ou seguindo o projecto nas respectivas redes sociais.