Futebol internacional

Chelsea desforrou-se do Man. United na Taça da Liga

David Luiz marcou um dos golos do Chelsea no triunfo sobre o Manchester United
Foto
David Luiz marcou um dos golos do Chelsea no triunfo sobre o Manchester United Foto: Glyn Kirk/AFP

Poucos dias depois de se terem encontrado em Stamford Bridge, num jogo do campeonato, Chelsea e Manchester United voltaram a defrontar-se, desta vez para a Taça da Liga inglesa. Os “blues”, que perderam (2-3) na Premier League, vingaram-se e afastaram os “red devils”: garantiram o prolongamento nos derradeiros instantes do tempo regulamentar e depois sentenciaram a partida (5-4). O United esteve três vezes em vantagem (1-0, 2-1 e 3-2) mas foi eliminado pelos golos de Sturridge e Ramires, no prolongamento.

Quem também se despediu da Taça da Liga foi o Tottenham, de Villas-Boas. Os “spurs” estiveram a ganhar no terreno do Norwich (Gareth Bale aos 66’), mas sofreram dois golos em dois minutos e foram afastados da prova. Vertonghen marcou na própria baliza (84’) e Simeon Jackson deu vantagem aos “canaries” (86’). O Tottenham ainda beneficiou de um penálti, mas o remate de Clint Dempsey foi defendido por Mark Bunn.

O Liverpool também está fora da Taça da Liga inglesa após perder em Anfield com o Swansea (1-3).

Em França, o jovem Anthony Lopes, internacional pelas camadas jovens de Portugal, estreou-se na baliza do Lyon. Mas foi uma estreia amarga, porque a equipa perdeu (1-3) com o Nice e foi eliminada da Taça da Liga – depois de no ano passado ter chegado à final. Mas o detentor do troféu não teve melhor sorte: o Marselha visitou o Paris Saint-Germain e regressou a casa com uma derrota por 0-2. Thiago Silva, de penálti, e Jérémy Menez fizeram os golos da equipa de Carlo Ancelotti.

Na Liga italiana, a Juventus somou mais um triunfo (2-1 ao Bolonha) e mantém a vantagem sobre a concorrência. O emblema de Turim leva 49 jogos seguidos sem perder na Serie A e pode chegar aos 50 na próxima jornada, em casa, frente ao Inter de Milão. Os “nerazzurri” tiveram trabalho extra frente a uma Sampdoria que acabou reduzida a nove jogadores mas nunca baixou os braços (3-2). O português Neto foi titular pelo Siena mas seria expulso (76’) na derrota ante o Cagliari, por 2-4.

O Atlético de Madrid foi a Jaén ganhar por 3-0 na primeira mão dos 16 avos-de-final da Taça do Rei espanhol. Foi a 13.ª vitória consecutiva da equipa de Diego Simeone em todas as competições. Na visita ao Cacereño, o Málaga ganhou por 4-3, com golos de Onyewu, Duda e Roque Santa Cruz (2).