Futebol

Oceano: "Há mérito da Académica e um pouco de demérito da nossa parte"

Oceano deixou o comando técnico do Sporting sem nenhum triunfo
Foto
Oceano deixou o comando técnico do Sporting sem nenhum triunfo Foto: Yorick Janses/AFP

No final do jogo, Oceano era um treinador conformado, que não quis falar do seu futuro.

"Foi uma partida complicada para nós perante uma Académica forte defensivamente. Faltou-nos uma certa mobilidade e a Académica acabou por suster-nos. Há mérito da Académica e um pouco de demérito da nossa parte", começou por dizer Oceano.

"Perante o estado de ansiedade desta equipa, é normal que seja difícil aos jogadores libertarem-se disso. O novo treinador tem acompanhado a equipa, que precisa de se organizar, a diminuir a distância entre linhas. O Sporting está numa situação que é complicada para todos nós. Nesta altura, o importante é pensar jogo a jogo. Já sou treinador há muitos anos, é extraordinário treinar o Sporting mas fiquei triste por não conseguir os resultados que a equipa precisava", acrescentou o técnico antes de recusar comentar sobre o seu futuro: "Os interesses do Sporting estão acima de tudo. Brevemente, todos ficarão a saber."

Pedro Emanuel: "A haver um vencedor seria sem dúvida a Académica"

"Antes de mais, queria deixar um agradecimento aos nossos adeptos. Num dia de semana, com um tempo destes, é fantástico. Não o fiz em Madrid, onde estiveram 1.200 adeptos e lamento. Penso que uma equipa que fez tantos remates e não marca, denota falta de eficácia. A haver um vencedor, e com todo o mérito, seria sem dúvida a Académica. Se analisarmos o que se passou no jogo, já sei que irão dizer que foi pouco Sporting, mas penso que se deve valorizar o trabalho da Académica."