Liga Europa

Primeiro golo do Marítimo na Liga Europa valeu um ponto

Roberge foi o autor do único golo do Marítimo
Foto
Roberge foi o autor do único golo do Marítimo Foto: Francisco Leong/AFP

O Marítimo entrou no Estádio dos Barreiros como uma das três equipas que iniciaram a 3.ª jornada da Liga Europa com zero golos marcados e deixou o recinto com um problema resolvido. Fez um golo, sim, mas não foi suficiente para vencer o Bordéus (1-1) e fugir ao último lugar do Grupo D.

Entraram melhor no jogo os visitantes e, mesmo sem forçarem muito o andamento, chegaram à vantagem aos 30’: o lateral Trémoulinas fugiu pela esquerda até à linha de fundo, cruzou atrasado e Gouffran desviou para o poste mais distante, perante a apatia dos centrais.

O Marítimo acusou o toque, mas no bom sentido. Seis minutos depois, Ruben Ferreira atirou de longe, viu a bola bater na trave com estrondo e terminar nos pés de Roberge, que rematou cruzado para o empate.

Esses foram dois dos nove remates (contra oito dos franceses) com que os insulares terminaram a partida. E poderiam ter chegado ao triunfo aos 84’, se David Simão tivesse chegado umas fracções de segundo mais cedo ao cruzamento de Sami.

Com este empate, o Marítimo soma agora dois pontos, metade dos do Bordéus, que volta a defrontar os portugueses na próxima jornada.