Futebol nacional

Sporting responde a Vieira e diz que passivo do Benfica é o maior do desporto português

Godinho Lopes e o Sporting responderam às críticas do Benfica
Foto
Godinho Lopes e o Sporting responderam às críticas do Benfica Foto: Daniel Rocha (arquivo)

As críticas enviesadas de Vieira à gestão do Sporting durante a visita à casa do Benfica de Almada não caíram bem em Alvalade. Clube leonino reagiu em comunicado.

O Sporting reagiu nesta segunda-feira em comunicado às críticas proferidas por Filipe Vieira na visita à casa do Benfica de Almada, na passada sexta-feira. O presidente dos benfiquistas disse, entre outras coisas, que os clubes que não vendem jogadores “só podem ter uma fórmula mágica”.

O clube leonino respondeu dizendo que o líder “encarnado” se encontra em campanha eleitoral e quer esconder o passivo do seu clube, o “maior do desporto português”.

Destacando que o “Sporting e os sportinguistas não recebem lições do presidente do Benfica”.

“Fazer uma referência que só não honra quem a proferiu sobre o facto do Sporting não ter decidido transferir alguns dos jogadores sobre quem recaia o interesse de vários clubes internacionais, fazendo referência a ‘prejuízos milionários’”, escreve o documento, no site oficial do emblema de Alvalade, dizendo que é um assunto para ser tratado no interior do clube e pelos associados.

E diz que apesar de ter sido um antigo sócio do Sporting, não cabe a Filipe Vieira falar sobre os assuntos leoninos. Tratando o líder das “águias” como uma “autoridade na matéria dos prejuízos”.

“É o mesmo dirigente que, nesse insano desígnio de considerar que o seu clube é sempre o maior do mundo em tudo, já conseguiu um inolvidável recorde: o passivo do Benfica é o maior que jamais existiu no desporto português!”, escreve-se ainda no comunicado, deixando um recado, de não “atirar pedras aos outros quando se têm telhados de vidro”.

O presidente do Benfica afirmara na sexta-feira que queria dar os parabéns a clubes que apresentando "prejuízos milionários em anos consecutivos conseguem resistir a vender jogadores", referindo que se se tratava de uma "ilusão" e que esses clubes "quando acordassem podia ser tarde demais", sem nunca se referir ao nome do Sporting.

Leia o comunicado na íntegra

No afã pré-eleitoral que tem caracterizado a sua actuação nos últimos tempos, o senhor presidente do Sport Lisboa e Benfica vai recitando pelo País fora os textos que lhe são postos à frente por um qualquer arcanjo de serviço. Mas, em vez de se cingir a falar do Benfica, que é o assunto que deve interessar aos benfiquistas, e utilizando a velha tática de atirar areia para os olhos para distrair os mais incautos, o senhor presidente do SLB vai fazendo referências menos adequadas a outros clubes, designadamente ao Sporting Clube de Portugal, ao qual a única coisa que o liga foi já ter sido sócio, quando ainda não se tinha decidido a qual dos três grandes do desporto português acabaria por dedicar mais do seu tempo, depois de passagem pelo Alverca, clube que se encontra nos distritais de Lisboa.

Em relação ao Sporting Clube de Portugal decidiu fazer uma referência, que só não honra quem a proferiu, sobre o facto do Sporting não ter decidido transferir alguns dos jogadores sobre quem recaia o interesse de vários clubes internacionais, fazendo referência a «prejuízos milionários». Ora, convém que o presidente do Sport Lisboa e Benfica saiba que, apesar da sua antiga qualidade de associado do Sporting, os assuntos do Sporting Clube de Portugal são tratados no interior do Sporting Clube de Portugal e dizem apenas respeito aos legítimos associados do clube. O Sporting e os sportinguistas não recebem lições do presidente do Benfica.

Não é que não se reconheça ao senhor presidente do Sport Lisboa e Benfica autoridade para falar sobre «prejuízos milionários». Trata-se mesmo, há que reconhecê-lo, de uma autoridade nessa matéria. Afinal, trata-se do mesmo dirigente que, nesse insano desígnio de considerar que o seu clube é sempre o maior do mundo em tudo, já conseguiu um inolvidável recorde: o passivo do Benfica é o maior que jamais existiu no desporto português! Esse recorde já ninguém tira ao actual senhor presidente do Sport Lisboa e Benfica, que conseguiu na sua gestão multiplicar por mais de vinte (20!) esse passivo fazendo com que se encontre numa situação de falência técnica.

Mas esse é um problema do Sport Lisboa e Benfica e dos seus associados e dirigentes. Mas convém, que o senhor presidente do Benfica e todos os arcanjos que o rodeiam saibam que não se devem atirar pedras aos outros quando se têm telhados de vidro.

O senhor presidente do Benfica que se entretenha com os seus problemas, que o Sporting trata dos seus. Nem todos os métodos para distrair as pessoas e ganhar eleições são aceitáveis. Sabemos que há pessoas que são capazes de tudo para alcançar os seus objectivos. Mas faça o obséquio de não meter o Sporting ao barulho.