Toby Melville/Reuters
Foto
Toby Melville/Reuters

Adolescente detido por tweet ofensivo sobre atleta britânico

Tom Daley escreveu "desiludiste o teu pai espero que tenhas consciência disso". Mas o pai do atleta, Rob Daley, morreu com um tumor cerebral em Maio de 2011

Depois das mensagens no Twitter que levaram ao afastamento de Londres 2012 da grega Paraskevi Papachristou e do suíço Michel Morganella, chegou a vez de um adolescente britânico, mero espectador dos Jogos Olímpicos, ser afastado da vida em liberdade por causa de um tweet considerado "malicioso".

Um jovem, que a polícia britânica diz ter 17 anos de idade e que se apresenta no Twitter com o nome de utilizador @Rileyy_69, foi detido para interrogatório após ter reagido de uma forma considerada imprópria à prestação do seu compatriota Tom Daley, que ficou em 4.º lugar na competição de saltos para a água, variante de salto sincronizado na plataforma a 10 metros.

A mensagem do adolescente britânico foi directa ao coração de Tom Daley: "You let your dad down i hope you know that" ("desiludiste o teu pai espero que tenhas consciência disso"). O pai do atleta, Rob Daley, morreu com um tumor cerebral em Maio de 2011.

O atleta britânico, de 18 anos, fez eco da mensagem que recebeu e reagiu também no Twitter: "Depois de ter dado o meu melhor... tenho idiotas a enviarem-me isto..."

O utilizador @Rileyy_69 – cuja conta no Twitter está agora protegida – ainda pediu desculpa, segundo a BBC Online: "Desculpa. Apenas queria que ganhasses porque são os Jogos Olímpicos. Estou chateado por não termos ganho. Desculpa, Tom, e aceita as minhas desculpas."

Em declarações à BBC, antes do início dos Jogos Olímpicos, Tom Daley disse que a fonte de inspiração da sua carreira era precisamente o seu pai. "Estou a competir por mim e pelo meu pai. Era o nosso sonho desde muito cedo. Eu sempre quis fazer isto o meu pai sempre me apoiou em tudo."