Ciclismo

Frank Schleck abandona Tour após controlo antidoping positivo

A pose de Frank Schleck
Foto
A pose de Frank Schleck Foto: Pascal Pavani/AFP

Foi detectada a presença de um diurético num controlo antidoping realizado ao ciclista luxemburguês Frank Schleck (RadioShack) durante a Volta à França.

“Após sermos informados pela União Ciclista Internacional (UCI) da presença de xipamida na amostra de urina recolhida a Frank Schleck a 14 de Julho, a equipa decidiu que Frank Schleck deveria abandonar imediatamente o Tour”, pode ler-se num comunicado da equipa RadioShack.

De acordo com um comunicado da UCI, foi detectada a presença de xipamida, um fármaco utilizado como diurético, numa amostra de urina de Schleck, recolhida a 14 de Julho, durante o Tour. “Frank Schleck tem o direito de requerer e assistir à análise da amostra B”, pode ler-se no comunicado da UCI.

O ciclista luxemburguês poderia continuar a competir, uma vez que, de acordo com os regulamentos antidoping da UCI, não se aplica a possibilidade de suspensão provisória dada a natureza da substância detectada. Mas a decisão da equipa RadioShack invalida a continuidade de Schleck na prova.

Notícia actualizada às 22h25