Selecção

Hugo Viana: “Se fosse eu o responsável estaria na lista para o Europeu”

Hugo Viana não vira as costas ao Europeu
Foto
Hugo Viana não vira as costas ao Europeu Foto: Pedro Benavente/nFactos

Jogador do Braga está ainda à espera que o seu nome apareça na convocatória de segunda-feira de Paulo Bento. Mas não se sente injustiçado por não ter sido opção nos últimos jogos.

Depois do falhanço em Espanha, Hugo Viana escolheu o Sp. Braga para relançar a sua carreira. Aos 29 anos é considerado um dos melhores jogadores do campeonato português. Presente nas fases finais dos Mundiais de 2002 e 2006, o médio, em entrevista à revista do Sindicado dos Jogadores, diz ambicionar regressar à selecção e estar no Euro 2012.

“Gostava muito de ir ao Euro. Se eu fosse responsável pela convocatória eu estaria na lista mas sempre respeitarei as opções, neste caso específico do seleccionador Paulo Bento”, responde Hugo Viana.

Ficará a sentir-se injustiçado se não for convocado? “Não. Só podem ser 23 convocados. Resta-me esperar pela convocatória”, diz o médio, sobre a lista que será divulgada na próxima segunda-feira.

Viana conta ainda ainda a amizade que o liga a Paulo bento, dos tempos que se cruzaram no Sporting.

“Há pouco tempo cruzámo-nos num evento desportivo e estivemos a falar. Nunca vivemos, ou haverá, qualquer tipo de problema entre nós. Uma coisa é certa, nunca serei treinador porque imagino que o papel do treinador seja muito difícil e na hora de escolher seja muito complicado. Por isso, para Paulo Bento não será diferente”, destacou.

Sobre a sua carreia, o jogador do Braga diz que está um jogador mais calmo. “Com o passar dos anos a experiência e o saber ficam mais refinados. Há alguns anos não pensava o jogo tão tacticamente como o faço agora”, referiu, dizendo que a vida para um jogador português é mais difícil que para um estrangeiro.

“Em Portugal, o jogador estrangeiro tem mais tempo para tudo e o português não tem tempo para nada”.