Futebol

U. Leiria entra em campo com oito jogadores

John Ogu (aqui no jogo com Sporting) compareceu na Marinha Grande
Foto
John Ogu (aqui no jogo com Sporting) compareceu na Marinha Grande Foto: José Manuel Ribeiro/Reuters

Dois dos jogadores que haviam rescindido com a União de Leiria (John Ogu e Alhafith) compareceram neste domingo na Marinha Grande, pelo que o clube leiriense entrou em campo com oito jogadores para defrontar o Feirense.

O treinador José Dominguez conta ainda com Oblak, Shaffer, Nicklas e Djaniny (os primeiros três emprestados pelo Benfica e o último com contrato com os "encarnados" para a próxima época), bem como com os juniores Filipe Oliveira e Pedro Almeida.

Na ficha de jogo, foram incluídos os nomes de nove jogadores da União de Leiria, mas apenas oito estão realmente em campo. Keita, que era dado como presente, está ausente.

O jogo com o Feirense já se iniciou, com a equipa visitante a jogar em superioridade numérica.

Nas últimas horas sucederam-se declarações sobre esta polémica, com o Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol a denunciarem que os jogadores foram alvo de pressões por parte do presidente da Liga, Mário Figueiredo.

"Mário Figueiredo tem nas últimas horas desenvolvido contactos telefónicos pessoais com os ex-futebolistas da União de Leiria, pressionando-os a comparecerem no jogo desta tarde com o Feirense, colocando em causa o exercício dos direitos dos jogadores, nomeadamente, o direito à rescisão de contrato”, diz um comunicado do SJPF.

Na sexta-feira, 16 jogadores da União de Leiria decidiram rescindir contrato, alegando salários em atraso.

O caso promete dar que falar, uma vez que os dirigentes leirienses contestam a legalidade destas rescisões.

O facto de ter entrado em campo neste domingo evita, para já, qualquer sanção à União de Leiria.

Notícias actualizada às 16h14
Sugerir correcção