Liga Europa

Sá Pinto: "Houve situações de excesso de agressividade"

"Estes jogos também se ganham na agressividade e não apenas na qualidade e na organização."
Foto
"Estes jogos também se ganham na agressividade e não apenas na qualidade e na organização." Foto: Patrícia de Melo Moreira/AFP

Ricardo Sá Pinto admitiu que faltou alguma agressividade ao Sporting na primeira parte, considerando ainda que o árbitro deixou passar algum excesso de agressividade dos jogadores bascos.

Ricardo Sá Pinto

"É muito difícil perder assim, a nossa expectativa era de irmos à final, tinhamos esse sonho. Fomos uma equipa extraordinária ao longo desta competição, em que mostrámos oragnização e uma enorme vontade de chegar a Bucareste. [Quando sofremos o golo] equipa estava no melhor momento, estava equilibrada, depois de ter passado por momentos de alguma dificuldade, pelo jogo aéreo deles, pela capacidade de luta que o Athletic teve"

"Penso que nos faltou alguma agressividade e discernimento na primeira parte, mas penso que a equipa teve um comportamento exemplar. É um orgulho treinar esta equipa e ter feito com eles este percurso. Penso que honrámos e elevámos ao mais alto nível o emblema do clube."

"Sabíamos que eles iam entrar muito agressivos, e que o árbitro ia deixar andar o jogo, é um arbitro inglês. Houve situações de excesso de agressividade, mas é mesmo assim. Estes jogos também se ganham na agressividade e não apenas na qualidade e na organização."

Sugerir correcção