Evoluíram abaixo da média nos anos mais recentes

Custos do trabalho em Portugal abaixo de metade da média da zona euro no ano passado

Foto: Daniel Rocha
Foto
Foto: Daniel Rocha

Portugal tinha no ano passado custos laborais de 12,1 euros por hora trabalhada, substancialmente abaixo de metade da média da zona euro, que era de 27,6 euros por hora trabalhada.

Os custos laborais em Portugal estavam mesmo entre os mais baixos dos 17 países da zona euro, segundo dados divulgados hoje pelo Eurostat. Os países do euro onde as remunerações horárias do trabalho estavam abaixo da portuguesa eram a Estónia (8,1 euros), a Eslováquia (8,4 euros), que saíram há pouco mais de 20 anos da esfera de influência do comunismo soviético, e o pequeno arquipélago de Malta, com um valor próximo do português – 11,9 euros.

O Governo e vários economistas têm insistido na necessidade de baixar os custos laborais em Portugal, como forma de promover a competitividade da economia, facilitando o aumento das exportações.

Dadas as medidas adoptadas pelo Governo na função pública e a tendência para a baixa de salários na contratação, é natural que no ano em curso os custos laborais baixem significativamente no país, apesar de nos anos mais recentes terem também evoluído abaixo da média da zona euro e da UE. Entre 2008 e 2011, subiram 5,2% em Portugal, face a 6,9% na EU e 7,0% na zona euro.

Para Grécia, não há valor relativo a 2011; o valor mais recente, de 2010, é de 17,5 euros. Em Espanha era de 20,6 euros no ano passado, e na Irlanda de 27,4 euros (face a 28 euros em 2009).

Os países com custos do trabalho mais elevados na zona euro eram a Bélgica, a França, o Luxemburgo e os Países Baixos, com valores de respectivamente 39,3, 34,2, 33,7 e 31,1 euros por hora no ano passado. Na Alemanha eram de 30,1 euros e na Itália de 26,8.

Fora da zona euro, a Suécia e a Dinamarca tinham os custos laborais mais elevados, de 39,1 e 38,6 euros. No Reino Unido eram de 20,1 euros, um pouco abaixo dos de Espanha. Os países com os custos mais baixos da UE eram a Bulgária e a Roménia, com respectivamente 3,5 e 4,2 euros.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações