Benfica

Jesus: "Estamos no final e não podemos falhar"

"Nos últimos meses o Benfica só tem disputado jogos importantes"
Foto
"Nos últimos meses o Benfica só tem disputado jogos importantes" Foto: Francisco Leong/AFP

O Benfica terá neste sábado a oportunidade de recuperar o atraso para o Sp. Braga no campeonato, recebendo os minhotos na Luz, um jogo em que, reconhece Jorge Jesus, os "encarnados" não podem falhar.

"Este é um jogo difícil. Estamos no final [da época] e não podemos falhar. Nos últimos meses o Benfica só tem disputado jogos importantes e este é mais um", observa o técnico do Benfica, nada surpreendido por o Sp. Braga estar em primeiro no campeonato: "Sempre disse que o Braga iria ter uma palavra a dizer."

Para Jesus, apesar de o Benfica estar envolvido em três competições, o campeonato é o objectivo número um: "Todos estes jogos são importantes, mas a prioridade é o campeonato, assumido desde a primeira hora. Os jogadores sabem que estão no limite do risco, podem ganhar tudo ou não ganhar nada."

Jesus prefere não falar de episódios passados, como o que aconteceu na última época entre Javi garcia e Alan: "O mais importante é falar do presente. Daqui a uns tempos começam a perguntar coisas do tempo do Afonso Henriques... O que interessa é que seja um jogo sem truques, bem jogado e disputado pelas duas equipas."

Jesus não terá à sua disposição Pablo Aimar, suspenso por dois jogos após a expulsão em Olhão. O técnico benfiquista admite que o argentino é um jogador importante, mas que tem alternativas: "Em 23 jogadores expulsos, só dois levaram dois jogos de castigo e o Aimar foi um deles. O Aimar é importante, mas o plantel do Benfica vale pela sua quantidade e qualidade."

Jesus também será obrigado a fazer mudanças na defesa devido à lesão de Jardel, admitindo que poderá recuar Javi Garcia, um médio, para a posição de central. "Não gosto muito de mexer atrás, mas não tenho alternativa. O Javi a central é uma possibilidade que trabalhei durante a semana", reconhece o técnico.

Sugerir correcção